O novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), André Mendonça, esteve neste domingo (19) na Igreja Fonte da Vida em Goiânia (GO), onde agradeceu o apoio recebido para que ele fosse aceito na Suprema Corte.

Aos fiéis, Mendonça disse que ser ministro do STF não era seu sonho, pois sempre lhe pareceu algo inalcançável. “E eu dizia aos meus filhos: isso aqui nunca foi um sonho. Não que não se pudesse sonhar. Mas era tão inalcançável que você não é nem capaz de sonhar. Seria a mesma coisa, eu disse aos filhos, que hoje eu dissesse: um dia vamos morar na Lua”, disse.

Mendonça declarou que mesmo com toda a demora na marcação da sabatina, ela nunca duvidou que seu nome seria aceito. “Às vezes a gente pergunta: por que tanta dificuldade? Eu nunca tive dúvidas, apóstolo. Nunca”, declarou. “Tive dias difíceis. Mas dúvida nunca teve”, confessou.

Foram quase quatro meses de espera, mesmo assim ele se manteve firme e conseguiu votos suficientes para assumir a cadeira vaga no STF após a aposentadoria de Celso de Mello.

O apóstolo César Augusto, líder da Fonte da Vida, declarou que Mendonça irá atuar com imparcialidade no STF.

“Tenho certeza que aquele Supremo ganha alguém que irá julgar com imparcialidade. As diferenças serão respeitadas. Eu tenho absoluta convicção disso. E a justiça será feita de maneira justa, diante de Deus e diante do povo”.

O apóstolo também afirmou que o maior inimigo da esquerda não é a direita, mas sim o cristianismo. “Eu creio que o cristianismo é a solução da sociedade. E o cristianismo inclui os evangélicos, os católicos, todos que creem em Cristo. O maior inimigo da esquerda não é a direita. A esquerda não tem medo da direita. A esquerda tem medo do cristianismo”.


Com informações de JM Notícia e Brasil 247

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...