quinta-feira, 20 de julho de 2017

Podemos realizará encontro estadual no RN

O Podemos, partido liderado no Rio Grande do Norte pelo Deputado Federal Antonio Jácome (PODE), realizará dia (29) de julho ás 08;00 da manhã, no Átrios Recepções em Natal, o I encontro estadual no RN.
O evento contará com participação dos deputados federais, prefeitos, vice-prefeitos e vereadores e lideranças do estado do Rio Grande do Norte.

Ex-vocalista de banda de forró Briola Sales afirma que recebeu um chamado de Deus



O ex-vocalista das bandas Ferro na Boneca e Cavalo de Aço, Briola Sales, deve abandonar de vez o forró e seguir carreira gospel. É o que revela um áudio publicado pelo cantor nas redes sociais.

Briola revela que caminha para deixar de vez o forró e até planeja, em breve, lançar um CD evangélico. “Brevemente estarei gravando meu CD evangélico. Pretendo abandonar o forró e cantar só para Jesus. Meu rumo quem comanda é o nosso senhor Jesus Cristo”, diz Briola.

Na sua página no Facebook, o cantor publicou vídeos pregando e até cantando um hino de igreja junto com uma banda gospel em um culto evangélico.

Missão Portas Abertas completa 62 anos com presença em dezenas de países e suporte à Igreja Perseguida





A Missão Portas Abertas completou recentemente 62 anos de fundação e neste período, tornou-se uma das maiores entidades cristãs do mundo, com presença em dezenas de países e um trabalho de extrema relevância na formação de missionários.
Fundada em 1955 pelo jovem holandês Anne van der Bijl, popularmente tratado como "irmão André", a Portas Abertas cresceu, fornecendo treinamento para missionários, distribuindo livros e Bíblias, além de ajuda socioeconômica para as comunidades alcançadas e formar igrejas em países onde há pouca ou nenhuma liberdade religiosa.

"A questão mais importante para mim não é se contrabandeamos Bíblias, mas se vamos até lá. Queremos invadir não só países fechados, mas qualquer barreira inspirada pelo diabo e feita pelo homem para afastar as pessoas da mensagem de Cristo, incluindo barreiras raciais, sociais, políticas, cul­turais e tantas outras", disse o irmão André sobre o princípio da organização, logo nos primeiros anos de trabalho.

Com presença em 60 países, a Missão Portas Abertas continua formando missionários e fornecendo ajuda aos irmãos que sofrem cerceamento da liberdade. "Nessa jornada de 62 anos, muitos foram os desafios para que o auxílio e suporte à Igreja Perseguida continuassem vivos e alcançassem cerca de 215 milhões de cristãos que são perseguidos ao redor do mundo", diz nota no site da entidade.
Fonte: Gospel+

Morre pastor Antônio Munhoz da Assembleia de Deus em Americana



Faleceu nesta terça-feira (18) o pastor Antônio Munhoz, presidente de Honra da Assembleia de Deus Ministério do Belém em Americana, interior de São Paulo, e também 3º Vice-Presidente da CONFRADESP.

Através de suas redes sociais, Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) lamentou a morte do pastor e o falou sobre o legado deixado por ele.

“Sem dúvidas pastor Munhoz deixa um grande legado e uma lacuna no seio das Assembleias de Deus no país. Conhecido por seu fervor missionário e firmeza doutrinária, ele parte aos 88 anos”, diz a nota.

O pastor Wellington Júnior, presidente da CGADB, comentou a morte do pastor e fez uma homenagem ao que ele representou para a Assembleia de Deus. “Lamento a perda do inesquecível Pr. António Munhoz. Um grande homem de Deus, evangelizador, missionário, dedicado à obra de Deus e que não media esforços em atender a Igreja do Senhor”, disse.

O presidente ainda afirmou que o pastor Antônio Munhoz foi exemplo em tudo que fez e que todos irão sentir muita falta dele. “Eu e minha família transmitimos à família Munhoz as nossas sinceras condolências.”
O presidente ainda afirmou que o pastor Antônio Munhoz foi exemplo em tudo que fez e que todos irão sentir muita falta dele. “Eu e minha família transmitimos à família Munhoz as nossas sinceras condolências.”
JM Noticia

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Evangelistas são espancados por grupo LGBT



Uma agressão a evangelistas foi registrada em frente à Prefeitura de Calgary, no Canadá. No dia 17, os cristãos manifestavam seu apoio ao ativista pró-vida e pró-casamento Bill Whatcott, que enfrenta um processo judicial de US$ 104 milhões por pregar o Evangelho durante um evento de “orgulho gay”.

O grupo LGBT ANTIFA [sigla para Ação Antifascista] se aproximou dos membros do ministério cristão “Igreja na Rua”, que tinha cartazes com palavras de ordem e usavam camisetas com o lema “Jesus fará o Canadá grande de novo”.

A rede de TV CBC News divulgou que um grupo de LGBTs começaram a gritar ameaças contra os cristãos. Quando alguns cristãos responderam “Jesus te ama e quer salvar a sua alma”, um dos ativistas começou a desferir socos e pontapés, sendo seguidos por outros.

Inicialmente os cristãos apenas se defenderam, mas quando o número de agressores LGBT aumentou, a coisa saiu de controle.

Várias pessoas acabaram feridas, mas nenhuma precisou ser hospitalizada.

O detetive Keith Silvester, da polícia local, disse que os investigadores irão examinar os vídeos entregues às autoridades, para ver se há motivo para pedir a prisão de alguém.

Ele esclareceu que o grupo da “Igreja na rua” tinha permissão para realizar seu evento no local e que a polícia não esperava que os manifestantes LGBT aparecessem.

A Igreja na rua explica em seu site que é um ministério interdenominacional e que sua visão é “dar a todos a oportunidade de responder ao chamado para conhecer Jesus Cristo como Salvador”.

Eles realizam com frequências ações nas ruas da cidade, oferecendo alimentos aos sem-teto e pregam o evangelho no entorno da prefeitura quatro vezes por semana.

Ao mesmo tempo, os membros do ANTIFA possuem um histórico de agressões a manifestações de conservadores tanto no Canadá quanto nos Estados Unidos. Com informações Christian Post

Assista:
Gospel Prime

Descalvinando a Calvinistada Incalvinistamente - Por Marlon Araújo



O Calvinismo limita a graça de Deus, e fazendo isso, ele limita o seu amor. No Calvinismo Deus poderia salvar todas as pessoas, mas ele escolhe não salvar. Antes, ele abandona algumas para que elas encarem a condenação. Esta é a limitação de sua graça, que nenhum calvinista pode contestar.

Por que Deus permite que algumas pessoas sejam condenadas? Os calvinistas, desde o próprio João Calvino até John Piper atualmente, vem dando uma razão que eles creem estar expresso em Rm.9.22-23.

De acordo com os calvinistas, isto significa que a razão para Deus escolher condenar algumas pessoas é que isso resulta num brilho mais pleno de sua glória, e a glória de Deus é a suprema preocupação de Deus. Escolhendo enviar algumas criaturas às mais assustadoras punições eternas, Deus manifesta sua ira, justiça e seu ódio eterno do pecado. E escolhendo outros para a graça, Deus manifesta sua bondade, misericórdia e amor permanente.

Assim, estes dois resultados bem diferentes fornecem ocasião para Deus demonstrar mais de seus atributos ao mesmo tempo, o que faz com que ele pareça mais glorioso às suas criaturas. Isso ilustra o que os psicólogos chamam de “efeito contraste”, por meio do qual a experiência de uma pessoa de um resultado particular é intensificado pelo contraste com um outro resultado. (Por exemplo, você aprecia a sua casa muito mais depois de ver a casa do seu vizinho ser destruída em um tornado. Você aprecia o seu sanduíche de presunto mais depois de visitar um campo de refugiados famintos.)

Então, de acordo com o calvinista, aqueles que Deus salva têm uma compreensão mais completa de sua graça em virtude da condenação de outros. Não é que a condenação dos outros seja boa em si mesma, mas é um bem de segunda ordem para servir a uma assimilação mais plena da glória de Deus.

Neste cenário, os perdidos são como um peru de Natal. Ninguém, exceto um sádico, acha que matar o peru seja uma coisa boa em si mesma. Mas a sua morte é um bem de segunda ordem a fim de que possamos desfrutar a carne no jantar de Natal. Similarmente, a condenação não é em si mesma uma coisa boa. Mas é um bem de segunda ordem pela satisfação que a condenação dos perdidos proporciona aos escolhidos de Deus.

O Teólogo Calvinista Católico Reformado Papa Nicolau Reverendo Augusto Nicodemos, foi durante 10 anos Chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie em São Paulo. Universidade essa que é Marxista, Ateísta, Comunista, Abortista; que tem Professores que Apoia o Casamento Gay e Ideologia de Gênero. Nicodemos Durante esses 10 anos nunca questionou essa faculdade Satanista; mais quando se Trata das Igrejas AD esse Papa Nicolau quer Questionar! Quem está levando os Crentes da AD á duvida dos Dons Espirituais, é esse Católico Reformado, na qual Pastores Inocentes, convida Calvinistas nada Inocentes para Pregar nos nossos Púlpitos. Não gosto dele! Prefiro o Hernandes Dias Lopes.

É preciso ser muito Analfabeto Funcional para não entender que a doutrina da Predestinação contradiz com a da Salvação pela Fé; porque se o sujeito está Predestinado á Salvação, a Fé não pode ser causa da Salvação, já que é só um sinal subjetivo e tardio de uma salvação já dada anteriormente.

Por mais que eu tento (e eu tento), não posso pensar em Deus dessa forma. E se eu fui escolhido e meu filho condenado, em parte para que eu pudesse ter um prazer maior na glória de Deus? Então se o Calvinista é Calvinista, porque Deus Predestinou ele a ser Calvinista; O Arminiano é Arminiano porque ele Escolheu ser Arminiano, Pronto Resolvido! E Ponto Final!

“Se eleito, serei melhor que Deus”, frase atribuída a Lula é falsa



Candidato declarado à presidência da República em 2018, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é alvo de um boato que circula em redes sociais e no WhatsApp desde o início da semana.

Blogs como os suspeitíssimos News Atual e Colégio Eleitoral, conhecidos por propagarem notícias falsas na internet, inventaram que Lula disse a seguinte frase: “Eu fui melhor que Getúlio e se eleito serei melhor que Deus”.
O texto, compartilhado 54.000 vezes apenas no News Atual, é o seguinte:

Para o ex-presidente o céu tem que ser aqui na Terra dando oportunidades melhores para os trabalhadores.

O ex-presidente Luis [sic.] Inácio Lula da Silva disse durante um discurso disse [sic.] que é bobagem acreditar que o pobre só vai ganhar os céus depois da morte.

Ao se expressar desta maneira ironiza a passagem escrita em Lucas 18.25 que diz ”Porque é mais fácil entrar um camelo pelo fundo de uma agulha do que entrar um rico no reino de Deus”, e diz “Eu fui melhor que Getúlio e se eleito serei melhor que Deus”.

Há, de fato, o registro de que o ex-presidente classificou como “bobagem” e ironizou a passagem bíblica de o Reino de Deus é para os pobres, expressa no evangelho de Lucas, capítulo 18, versículo 25.

Segundo reportagem do jornal O Globo publicada no dia 21 de julho de 2011, de onde a inspiração para a notícia falsa surgiu, Lula disse o seguinte a uma plateia de pequenos agricultores, durante o lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar da Bahia:

“Bobagem essa coisa que inventaram que os pobres vão ganhar o reino dos céus. Nós queremos o reino agora, aqui na Terra. Para nós inventaram um slogan que tudo tá no futuro. É mais fácil um camelo passar no fundo de uma agulha do que um rico ir para o céu. O rico já está no céu, aqui. Porque um cara que levanta de manhã todo o dia, come do bom e do melhor, viaja para onde quer, janta do bom e do melhor, passeia, esse já está no céu. Agora o coitado que levanta de manhã, de sol a sol, no cabo de uma enxada, não tem uma maquininha para trabalhar, tem que cavar cada covinha, colocar lá e pisar com pé, depois não tem água para irrigar, quando ele colhe não tem preço. Esse vai pro inferno”.

Em dois discursos em 2016, Lula chegou a se comparar a Jesus Cristo, dizendo que só Ele teria uma história mais conhecida que a do petista no Brasil e que também fora perseguido, assim como o ex-presidente diz ser. Não houve nessas ocasiões, contudo, nenhuma afirmação de Lula de que, caso eleito, seria “melhor que Deus”.

Esbanjando modéstia, o petista também já declarou que foi “o melhor presidente da história do Brasil”, como em entrevista ao jornal britânico The Guardian, publicada em julho de 2016. “Gostaria que outra pessoa concorresse. Eu saí com 87% de aprovação. Eu fui o melhor presidente da História do Brasil. É quase uma missão impossível tentar repetir esse desempenho. Eu teria que competir contra mim mesmo”, afirmou, sem, no entanto, comparar-se diretamente ou fazer qualquer referência ao ex-presidente Getúlio Vargas.

Nem os textos publicados por O Globo e The Guardian, nem nenhuma outra reportagem já produzida por veículos de imprensa confiáveis, citam, contudo, a suposta fala de Lula de que “fui melhor que Getúlio e se eleito serei melhor que Deus”.

Caso esta polêmica declaração tivesse saído mesmo da boca do ex-presidente, haveria, por certo, fartos e fidedignos registros na mídia, ao alcance de uma simples busca na internet. Embora costume ressaltar em seus discursos proezas de seus mandatos “nunca antes alcançadas na história deste país”, Lula nunca disse isso. (VEJA)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...