A Igreja Mundial do Poder de Deus estaria enfrentando uma greve de funcionários insatisfeitos com atraso de salários e benefícios, assim como descumprimento de outros direitos trabalhistas.

pelo colunista do portal Uol até esta quinta-feira, 11 de novembro.

A instituição neopentecostal, fundada e liderada pelo autointitulado apóstolo Valdemiro Santiago está sendo acusada em matéria publicada pelo jornalista Ricardo Feltrin, do portal Uol, de não cumprir com compromissos estabelecidos junto a seus funcionários.

Os funcionários da Mundial se queixam, de acordo com Feltrin, de atraso de salários e vale-alimentação, assim como irregularidades nos depósitos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

“As queixas não são novas: no início deste ano a coluna já havia informado que funcionários denunciaram a Igreja Internacional da Graça em seu Lar [sic], de R.R.Soares, para as autoridades por excesso de aglomeração de pessoas em local fechado”, pontuou o jornalista, comparando com a instituição coirmã.

A greve, iniciada em 10 de novembro, teria apoio do Sindicato do Radialistas do Estado de São Paulo e o encerramento do protesto não teria data prevista.

“Em resposta ao sindicato, a igreja de Valdemiro alegou que não tem ‘recursos’ para fazer os pagamentos agora”, relatou Feltrin, acrescentando que “apenas cargos de gerente e de direção estão trabalhando” e que as transmissões da igreja estão “funcionando na base de reprises”.

A liderança da Igreja Mundial não se posicionou nas redes sociais e também não ocupou o espaço de resposta oferecido pelo colunista do portal Uol até esta quinta-feira, 11 de novembro.

Gospel +

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...