Em conversa com jornalistas nesta segunda-feira (15), em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, por meio de uma analogia com o casamento, que deve decidir sobre sua filiação ao Partido Liberal (PL) em um intervalo entre duas a três semanas.

– A possibilidade existe, eu tenho um limite. É o que tenho falado: espero pouquíssimas semanas, duas ou três no máximo, para casar ou desfazer o noivado, mas acho que tem tudo pra gente ficar feliz – disse.

O chefe do Executivo destacou que as negociações para que sua filiação seja concretizada passam por conseguir ter candidaturas ao governo em quase todos os estados, especialmente em São Paulo, maior colégio eleitoral do país e onde o atual presidente busca emplacar o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, como seu representante.

– Ele [Tarcísio] aceita discutir uma possível candidatura ao governo do estado de São Paulo. Se vier candidato, tem tudo para levar – ressaltou.

Bolsonaro também destacou que, caso se filie ao PL, quer ver o presidente do partido, Valdemar Costa Neto, também defendendo as pautas conservadoras no ato da filiação. O chefe do Executivo fez questão de ressaltar que a sigla “não pode estar flertando com a esquerda em um ou outro estado”.

– E temos um patrimônio muito grande. Falei, mandei mensagem para o Valdemar Costa Neto. Temos bandeiras que não sou eu falando no dia da filiação. Quero que ele também fale. Nós dois devemos estar afinados – completou.

Pleno News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...