Na Sessão Plenária desta quinta-feira (14) na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, no horário destinado aos deputados, foram levantados assuntos como: os trinta anos da visita do Papa João Paulo II a Natal; homenagem aos professores, pelo seu dia, que é celebrado em 15 de outubro; e a privatização do Terminal Salineiro de Areia Branca, que será tema de audiência pública nesta sexta-feira (15), naquele município.

Primeiro a discursar no horário, Vivaldo Costa (PSD) relembrou a visita do Papa João Paulo II a Natal, em 12 de outubro de 1991, além de homenagear o ex-governador Lavoisier Maia, destacando seu apoio à construção ao pavilhão psiquiátrico de Caicó, que leva seu nome.


“No dia 12 de outubro de 1991 o Papa João Paulo II visitou o nosso Rio Grande do Norte. E nós sabemos que o principal motivo que o trouxe aqui foi o fato de ser o estado de nascimento do cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, seridoense que possuía grande prestígio em Roma. A frase mais bonita que ouviu do Papa foi que ele tinha uma preferência pelos mais humildes e pelas crianças. Então nada mais justo do que relembrar essa visita ilustre que recebemos”, disse.

Outro assunto abordado pelo deputado foi a respeito do pavilhão psiquiátrico construído em Caicó, com o suporte do então secretário de Saúde Lavoisier Maia.


“Esse pavilhão prestou inúmeros serviços aos doentes mentais do RN. E isso só foi possível porque o deputado Vivaldo Costa contou com a solidariedade do secretário Lavoisier. É tanto que nós nomeamos o edifício de ‘Pavilhão Lavoisier Maia Sobrinho’, como um reconhecimento da sua dedicação e apoio”, finalizou.


Na sequência, Dr. Bernardo (MDB) utilizou seu pronunciamento para parabenizar antecipadamente todos os professores do Estado pelo seu dia, amanhã, 15 de outubro.


“Eu entendo que essa é a profissão mais nobre, pois todas as outras dependem dela. Nenhum outro trabalho existiria sem o professor, porque tudo se inicia com esse profissional extremamente necessário, mas que infelizmente não tem a valorização merecida”, lamentou.


O deputado homenageou também os docentes que fizeram parte da sua própria formação.


“Eu, que saí de um pequeno sítio e ia estudar em cima de um jumento, agradeço muito aos meus professores, porque com os ensinamentos deles eu pude mudar minha vida e meu destino. E com a minha formação, hoje eu quero continuar contribuindo com a Educação do RN, transformando para melhor a vida das pessoas”, ressaltou.

Na sequência, Dr. Bernardo (MDB) utilizou seu pronunciamento para parabenizar antecipadamente todos os professores do Estado pelo seu dia, amanhã, 15 de outubro.

“Eu entendo que essa é a profissão mais nobre, pois todas as outras dependem dela. Nenhum outro trabalho existiria sem o professor, porque tudo se inicia com esse profissional extremamente necessário, mas que infelizmente não tem a valorização merecida”, lamentou.

O deputado homenageou também os docentes que fizeram parte da sua própria formação.

“Eu, que saí de um pequeno sítio e ia estudar em cima de um jumento, agradeço muito aos meus professores, porque com os ensinamentos deles eu pude mudar minha vida e meu destino. E com a minha formação, hoje eu quero continuar contribuindo com a Educação do RN, transformando para melhor a vida das pessoas”, ressaltou.

Segundo Dr. Bernardo, como dizia Paulo Freire, “a educação não transforma o mundo; quem transforma o mundo são as pessoas. Mas quem transforma as pessoas é a educação”.

“E foi através da Educação que eu pude mudar de vida, de menino carente do interior, que passou pelas casas de estudante de Natal e Mossoró, a estudante de Medicina da UFRN e, agora, médico”, concluiu.

Em seguida, Souza (PSB) convocou todos a participarem da audiência pública que acontece nesta sexta-feira (15), às 9h, na Câmara Municipal de Areia Branca, para debater a privatização do Terminal Salineiro da cidade, o chamado Porto Ilha, e principalmente o destino dos trabalhadores portuários após seu arrendamento.

“O Governo Federal anunciou para 15 de novembro a data do edital do arrendamento, e nós queremos saber como ficarão os trabalhadores. Só em Areia Branca, nós temos 115 famílias que trabalham no Porto Ilha. Essa obra foi motivo de orgulho para o RN. Ela foi construída a 14 milhas (26 km) da costa, é um terminal off-shore e o único no mundo que exporta sal marítimo. Esse terminal salineiro é muito importante para a economia da nossa região, que produz 95% do sal do País”, informou.

De acordo com Souza, o link virtual será disponibilizado, mesmo a audiência sendo presencial. “Vamos ter representantes da Codern, do sindicato da extração do sal, sindicato dos portuários, Ministério da Infraestrutura, senadora Zenaide e outros parlamentares”, finalizou.

Por fim, Ubaldo Fernandes (PL) falou sobre uma emenda do seu mandato para o município de Boa Saúde e a respeito da sua reunião com a Semurb (Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo) Natal, a fim de discutir a regulamentação das atividades dos trabalhadores das praias do Forte, do Meio e dos Artistas.

“Um dos municípios beneficiados pelas nossas emendas foi Boa Saúde, no Agreste Potiguar. Nós conseguimos adquirir uma ambulância, que é extremamente importante agora na pandemia. Ela será utilizada principalmente no translado dos moradores da zona rural para a urbana. A emenda totalizou R$ 50 mil”, disse.

Ubaldo falou ainda sobre sua reunião na Semurb Natal, secretaria que é responsável pelo gerenciamento e monitoramento do solo urbano de Natal.


“A secretaria notificou todos os barraqueiros e quiosqueiros das praias do Forte, do Meio e dos Artistas, para que eles possam ter sua atividade regulamentada, em relação aos cuidados com o meio ambiente, como exigência do Ministério Público Federal. Lá estávamos três parlamentares, defendendo as causas desses trabalhadores das comunidades próximas, que precisam de suas atividades para sobreviver e sustentar suas famílias”, explicou o deputado.

Finalizando sua fala, Ubaldo disse que o encontro foi muito produtivo e mostrou a força dos parlamentares da região.


“Nós estamos sempre lutando pelos menos favorecidos. E graças a Deus a prefeitura foi muito sensível e pacificadora, fazendo os trabalhadores entenderem que devem cumprir uma nova regulamentação, deixando a orla organizada e exercendo seus ofícios com amparo legal”, concluiu.

AL-RN

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...