sábado, 11 de setembro de 2021

General Girão diz que PT governa o RN na base da mentira









“É o jeito do PT de governar: mentir, mentir e mentir, para a população achar que é verdade”. Foi com essas palavras que o deputado federal General Girão Monteiro (PSL/RN), se referiu à gestão da governadora Fátima Bezerra (PT), durante pronunciamento nesta sexta-feira (09), na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Para o deputado federal, o Partido dos Trabalhadores faz apologia à mentira no Estado e afirma: “O presidente Jair Bolsonaro em 2 anos e 8 meses de mandato, já investiu quase R$ 200 milhões de reais na segurança pública do Rio Grande do Norte. No entanto, a desgovernadora [se referindo a Fátima] oculta essa informação do povo”, afirmou.

Segundo relato do General: “Essa semana chegaram mais 8 milhões em equipamentos de segurança pública e 20 e poucas viaturas no Estado, para reforçar a segurança dos potiguares. São equipamentos adquiridos com dinheiro enviado pelo presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido) e, que a governadora Fátima não faz nem questão de dizer que os recursos vieram do governo federal”, disparou.

O deputado federal Girão vai além e disse que a governadora do Rio Grande do Norte e seus deputados da base aliada, são experts em manipular os fatos: “Ela insiste em dizer que apoia a segurança pública do Estado. Parece até brincadeira. Isso é apologia à mentira”, rebateu.

Para o General: “O Partido dos Trabalhadores conta com um mamulengo no Senado. Alguém que não tem representatividade, não foi eleito, mas serve para os fins nocivos desse partido. Inclusive, criticar as cores da bandeira brasileira”, referindo-se ao senador Jean Paul Prates (PT).

Durante o seu discurso na Câmara, Girão recomendou que se o senador petista: “Não gosta dos valores do seu país? Vai pra Cuba!”, advertiu.

O General Girão rebateu uma declaração que o senador do Rio Grande do Norte fez durante depoimento de José Ricardo Santana, ex-secretário de medicamentos da ANVISA, na CPI da Covid, na última sexta-feira (27). Jean admitiu em seu discurso ter uma “certa implicância” com pessoas que dizem “Brasil acima de tudo” e com o “exacerbado patriotismo falso”. Prates afirmou que, embora vistam-se com as cores da bandeira brasileira, esses cidadãos não são a favor do Brasil, e sim contra.

Segundo o petista, as pessoas patriotas lhe causam “ânsia de vômito, nojo”, se referindo a empresa Havan e as pautas como: a reforma administrativa e privatizações de estatais.

Se referindo a Jean Paul, Girão disse: “Eu tenho nojo, eu vou usar as mesmas palavras de um senador do PT do Rio Grande do Norte. Eu não vou dizer o nome dele, porque eu não cito o nome de pessoas. O senador do PT do Rio Grande do Norte disse que tem nojo de pessoas que saem às ruas usando verde e amarelo e carregando a bandeira do Brasil, eu peço aos mais antigos do PT, que reflitam sobre isso, chamem a atenção de senador. Pelo amor de Deus, ele fez isso em um pronunciamento oficial do Senado. Ele tem nojo das cores da bandeira brasileira? Isso é uma vergonha rapaz, um absurdo”, desabafou o General.

Fonte: Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...