quarta-feira, 1 de setembro de 2021

Deputado José Dias: “Fátima não sabe administrar nada. Estamos vivendo uma tragédia”





“Sinto um cheiro horrível de podridão no ar. Tenho a impressão que vai ser escancarado ainda alguma coisa muito grave nessa CPI da Covid. Será um fim melancólico para o governo do Estado”. Com essas palavras, o deputado estadual José Dias (PSDB) escancarou sua decepção e descrença na gestão da governadora Fátima Bezerra (PT), a quem ele classifica como incompetente e desorientada.

José Dias afirmou que a gestão petista tem, aos poucos, desmanchado importantes obras de cunho social conquistadas ao longo dos anos e que, apesar de registrar índices satisfatórios de arrecadação tributária, parece não saber o que fazer para garantir uma eficaz aplicação de recursos públicos em áreas que realmente necessitam de investimento.

“É péssimo, acho que o governo está mostrando a sua verdadeira cara, se desmanchando por completo e sem uma única obra realmente importante, que melhore a vida da população. Vejo programas sociais sendo destruídos, como o restaurante popular que teve seu potencial reduzido, ainda mais numa época como essa, em que as pessoas estão passando fome por causa da pandemia”, afirmou em entrevista exclusiva ao Agora RN.

José Dias falou que não sabe o que pode acontecer ao governo de Fátima caso sejam comprovadas as irregularidades investigadas na CPI da Covid e que lamenta muito por isso, já que, na sua visão, a petista se apresentou com boas ideias, mas não as colocou em prática.

“Fátima tem tudo nas mãos para fazer um bom governo, mas não faz nada. Pior, sobram suspeitas de irregularidades, como as que estamos vendo sendo investigadas na CPI. Isso é um problema gravíssimo de incompetência, não estão preparados para administrar um Estado. A governadora é professora que nunca deu aula, não sabe administrar nada, é uma contradição horrorosa. Estamos vivendo uma tragédia”, finalizou.

“Retrato do caos” diz Tomba

O deputado estadual Tomba Farias do (PSDB), classificou a gestão da governadora Fátima Bezerra o “retrato do caos”. Entre os problemas citados por ele, a crise na saúde pública é um dos piores fatores, com falta de estrutura do Hospital Walfredo Gurgel, falta de licitação para compra de cadeiras de rodas, entre outros.

“A grande parcela da sociedade que não tem acesso a planos de saúde, nem condições de bancar atendimento particular procuram o Walfredo Gurgel. É o choro dos desassistidos que se ouve nos corredores do hospital, e que precisa ser ouvido por toda a sociedade, principalmente por aqueles que não têm conhecimento do que acontece nos bastidores desse governo ineficiente”, disse.

Ele afirmou ainda que a área da segurança deixa muito a desejar, com o desaparelhamento da Polícia Militar. E lamentou a redução do fornecimento de refeições no restaurante popular, o que “deixou centenas de pessoas carentes desassistida, enquanto o governo não fez nada.”

Agora RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...