terça-feira, 31 de agosto de 2021

Deputado Tomba Farias diz que governo Fátima Bezerra é o “retrato do caos” que se estende da saúde à segurança pública






Em contundente discurso realizado na manhã desta terça-feira, o deputado estadual Tomba Farias (PSDB) falou sobre o que chamou de “retrato do caos” da gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) e listou o fracasso da administração estadual em área vitais para a população como a saúde, segurança pública e assistência social. Para o parlamentar, trata-se de um governo no qual falta tudo, “do fio de sutura no hospital Walfredo Gurgel a comida nos restaurantes populares, que tiveram o fornecimento de refeições reduzidos deixando centenas de pessoas desassistidas.

Para o parlamentar, não dá para se mensurar em qual área o governo Fátima Bezerra é pior. Ele diz que o caos está instalado na saúde e lembra que os corredores do Walfredo Gurgel se transformaram em depósitos de pacientes que formam filas de espera por cirurgias ortopédicas e onde faltam até mesmo tubos para anestesia geral e fios de sutura para cirurgias.

“Só quem sabe o que é o caos que se instalou no governo Fátima Bezerra é quem precisa da assistência do poder público, ou seja a grande parcela da sociedade que não tem acesso a planos de saúde, nem condições de bancar atendimento particular. É o choro dos desassistidos que se ouve nos corredores do Walfredo Gurgel e que precisa ser ouvido por toda a sociedade, principalmente por aqueles que não têm conhecimento do que acontece nos bastidores desse governo ineficiente”, disse.

“O que temos que comemorar nesse governo? É o salário em dia? Quando eu fui prefeito pagar salários em dia era obrigação. As pessoas que precisam da assistência desse governo não têm acesso a nada, sequer a uma prótese ou uma cadeira de rodas”, assinalou.

Tomba Farias destaca ainda que falta de segurança e proliferação de assaltos e assassinatos hoje não fazem parte apenas de uma realidade existente nos bairros periféricos, mas atingem toda a sociedade, inclusive moradores de bairros nobres como Petrópolis e Tirol. “A nossa brava Polícia Militar, além de desaparelhada e desprestigiada pelo governo, faz um trabalho de enxugar gelo. É terrível de se dizer, mas atualmente a bandidagem por falta de governo conta com um ambiente favorável para cometer crimes”, ressalta.

Ele assinala que até mesmo ruas em áreas nobres, como a Campo Sales, onde as famílias que moram nos bairros de Tirol e Petrópolis fazem caminhadas, são palco constante de assaltos, como ocorreu com as jornalistas Virgínia Coelli e Anelly Medeiros.

Ele leu ainda uma carta do agricultor Humberto Umbelino, de Tangará, que narrou os constantes assaltos que ocorrem em propriedades rurais em todo o Rio Grande do Norte. “Nós estamos sós. A minha propriedade já foi assaltada oito vezes”, disse o agricultor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...