A Assembleia de Deus em Abreu e Lima/PE, presidida pelo pastor Roberto José dos Santos, 2º secretário da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), que protagonizou uma celeuma nacional por recursar a utilização da lição da EBD do próximo trimestre, escrita pelo Pastor Claiton Pommerening e produzida pela CPAD, decidiu partir para o embate novamente e segundo consta nos bastidores, decidiu utilizar a Declaração de Fé como base para as reuniões da EBD no período de julho a setembro de 2021.
Lição de Jovens x Israel Trota

Em mais uma mudança de posicionamento, a Igreja decidiu também que não utilizará a lição de jovens, nem para as salas dessa faixa etária. Ou seja, tanto as salas de adulto quanto de jovens utilizarão o mesmo material que será produzido localmente. A medida destoa de uma divulgação anterior, segundo a qual a revista de Jovens seria utilizada por ambas as faixas etárias.

A mudança talvez se dê porque o autor da revista de Jovens é o Pastor Israel Trota, que foi fotografado em uma reunião ecumênica na Igreja Católica. Trota se explicou, informando que como capelão da Marinha do Brasil tinha o dever de ofício de comparecer à cerimônia e não representava sua igreja. Aliás, não estava lá paramentado como ministro evangélico. Mas parece que não convenceu!
Retornando ao assunto…

As lições serão escritas por pastores locais, indicados pelo pastor presidente, Roberto José dos Santos. Os assuntos serão pinçados dentre os tópicos da Declaração de Fé, editada pela CPAD. O conteúdo produzido pela AD Abreu e Lima/PE será digital e gratuito para seus alunos. Provavelmente, haverá uma versão em papel para os irmãos menos afeiçoados à tecnologia.


Pesa contra os escritores a pouca produção literária e o exíguo tempo para escrever, editar e produzir um material que será utilizado largamente pela Igreja. Evidentemente, a qualidade e o conteúdo estarão sob escrutínio pesado tantos dos irmãos do próprio ministério, quanto dos observadores nacionais. Aliás, já tivemos uma lição da CPAD sobre o mesmo tema, o que trará comparações inevitáveis.
Radicalização crescente

Alguns interlocutores já previam essa radicalização da posição da Igreja em Abreu e Lima/PE, visto que o presidente ficou sozinho em sua decisão. Da Mesa Diretora da CGADB, 13 dos 14 membros, votaram contra o posicionamento do Pastor Roberto José, ele mesmo um integrante. E ainda não se sabe como a Igreja decidirá em relação aos próximos trimestres.

Observadores próximos à Presidência da CGADB preveem mais confronto. É que o Pastor José Wellington Júnior continua indignado com a posição unilateral da AD em Abreu e Lima/PE. Segundo essas fontes o Pr. Roberto José teria acesso livre ao presidente e não precisava levar o problema às redes sociais, mas preferiu confrontá-lo. Uma atitude imperdoável para a rígida hierarquia da Igreja.

O caminho natural seria uma representação no Conselho de Doutrina da CGADB contra o Pr. Claiton. Que não se posicionando, aí, sim, poderia haver a decisão de suspender as lições e comunicar a decisão a quem interessasse. Mas foi invertida a sequência e a celeuma cresceu! Ainda não se entende claramente o que motivou a decisão intempestiva do presidente em Abreu e Lima/PE.

De todo modo, até onde sabemos o Pastor Roberto José foi representado no Conselho de Ética da CGADB e a tendência é que o processo tramite rapidamente para sinalizar a mão firme do atual presidente da CGADB, ao contrário do pai que quase sempre contemporizava nessas situações, preferindo agir nos bastidores. Agora aguardaremos os desdobramentos e seguiremos informando nossos leitores.

Vale destacar, que a decisão da Assembleia de Deus em Abreu e Lima/PE não é inédita. Anos atrás a AD em Recife, maior ministério assembleiano de Pernambuco, decidiu não adotar a revista de Jovens por problemas no conteúdo. Na ocasião não houve maiores repercussões e a utilização retomou nos trimestres seguintes. A AD em Recife também mantém uma editora própria, a Bereia, que já lançou diversos títulos. A própria igreja do Pr. Claiton Pommerening, a AD em Santa Catarina, produz sua revista e não usa a da CPAD.

Divulgaremos a lição produzida pela AD em Abreu e Lima/PE tão logo esteja disponível!



+ Após Abreu e Lima, Assembleia de Deus de Indaiatuba decide suspender lição da CPAD: “ A Casa Publicadora não vigiou”
Entenda:

A Assembleia de Deus na cidade de Abreu e Lima, estado de Pernambuco, presidida pelo pastor Roberto José dos Santos, 2º secretário da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), tomou uma decisão inusitada e talvez jamais adotada antes por um líder evangélico no Brasil, que foi proibir o uso de revista da Escola Bíblica Dominical, que será lecionada no 3º trimestre de 2021, cujo tema é: ” O plano de Deus para Israel em meio à infidelidade da nação”, comentada por Claiton Ivan Pommerening.

Segundo informativo que circula entre os membros e professores da Escola Bíblica em Abreu e Lima, o presidente pastor Roberto José dos Santos, suspendeu a lição alegando que o comentarista da lição, pastor Claiton Ivan Pommerening, possui “posições ideológicas marxistas , apologia à teologia da libertação e promoção do ecumenismo em ambientes confessionais assembleianos”.

Ainda segundo o informativo, o referido comentarista é “defensor de linhas discursivas que se opõem claramente à nossa declaração de fé”, ou seja, segundo o líder assembleiano pastor Roberto, o comentarista Claiton Ivan jamais deveria ser aprovado para escrever lição pela editora CPAD.
Confira na íntegra o texto

Informativo sobre lições da EBD para classe de Adultos ( 3º trimestre de 2021) 🔸

Comunicamos aos dirigentes de EBD, que segundo orientação do Pastor Presidente Roberto José do Santos Lucena e do Conselho de Doutrina da IEADALPE, a lição ” O plano de Deus para Israel em meio à infidelidade da nação “, comentada por Claiton Ivan Pommerening” está SUSPENSA . Em seu lugar, utilizaremos nas classes de adultos, a lição de Jovens “Vigilância, Justiça e o culto a Deus”, que tratará de conteúdos referentes aos Profetas Menores.

A suspensão da referida lição de adultos se dá em causa do seu comentarista ser defensor de linhas discursivas que se opõem claramente à nossa declaração de fé, a saber: posições ideológicas marxistas , apologia à teologia da libertação e promoção do ecumenismo em ambientes confessionais assembleianos.

Em tempos de apostasia, frieza espiritual e falta de temor, nossos corações devem estar livre de todo e qualquer ” fermento que leveda toda a massa (Gl 5.9)”, mesmo aqueles que vem por meio de mensagens sutis contrárias à nossa doutrina, amparada nas Sagradas Escrituras, nossa única regra de fé e prática. Relembrando o alerta do apóstolo Paulo: ” Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos (2 Tm 3.1-9)”, estejamos sempre atentos às situações com “aparência de piedade”, mas que na verdade “não irão avante, pois manifesto será o seu desvario”.

Firmes no Senhor, prossigamos ensinando e aprendendo a sua Palavra: poderosa, eterna, imutável, viva e eficaz. Pois tudo passa, mas a Palavra permanece.

Solicitamos que esta mensagem seja repassada a todos os professores de Escola Dominical, em TODAS as congregações de nossa IEADALPE.

Abreu e Lima, 24 de Maio de 2021

Superintendência da EBD

JM Noticias

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...