sexta-feira, 25 de junho de 2021

Mossoró é o primeiro município a aderir às atividades do Mês da Primeira Infância




O município de Mossoró (RN) é o primeiro a aderir à iniciativa do Mês da Primeira Infância, que será celebrado em agosto pela primeira vez. O acordo foi firmado nesta quarta-feira (23.06), em Brasília, durante reunião entre a secretária nacional de Atenção à Primeira Infância (SNAPI) do Ministério da Cidadania, Luciana Siqueira Lira Miranda e o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra. Também participou do evento a deputada federal Carla Dickson.


Durante o encontro, o projeto do mês temático foi apresentado e o Termo de Compromisso para Adesão foi assinado entre as partes. Com isso, a cidade se compromete a promover a pauta da Primeira Infância em conjunto com parceiros locais, a participar de ações e de eventos promovidos pela Secretaria Nacional de Atenção à Primeira Infância do Ministério da Cidadania e a produzir materiais e conhecimentos para disseminação da pauta.



“As crianças precisam do cuidado e da atenção, não só das esferas governamentais, mas da família e das instituições civis. O mês de agosto vai trazer uma agenda para que a sociedade brasileira volte o seu olhar para elas. A nossa intenção é trazer os estados e os municípios para que estejam nos apoiando nos seus territórios e trazendo a pauta para o debate. Tivemos o privilégio de ter o primeiro município de grande porte se comprometendo e dando visibilidade ao projeto do Governo Federal, que por meio do Ministério da Cidadania, representa a primeira infância e que busca políticas públicas voltadas para as futuras gerações”, disse Luciana Siqueira.



A atenção à primeira infância é uma das prioridades do Governo Federal, que investe com a missão de quebrar o ciclo de pobreza e de violência. Em Mossoró, o Programa Criança Feliz atende 1.827 famílias. A ação do Governo Federal realizou 59.789 visitas, com 1.817 crianças atendidas e 142 gestantes orientadas na região.

A primeira infância representa a faixa etária de crianças de zero a seis anos de idade. É nesta fase que eles recebem os principais estímulos motores, emocionais e intelectuais. Quanto melhores e mais qualificados forem essas experiências nos primeiros anos de vida, melhor será o desenvolvimento completo do indivíduo.


Com o tema “A Primeira Infância não pode esperar”, as metodologias escolhidas para as atividades do mês de agosto foram aulas e apresentações on-line, com participação de moderadores, palestrantes e convidados, e a oferta de conteúdos e materiais, como vídeos, textos, tarefas e questionários. Uma agenda nacional será montada e os estados serão convidados a compor os painéis e ministrar palestras, workshops, relatos de boas práticas, além de minicursos, atividades culturais, oficinas, entrevistas, entre outros. A iniciativa privada também é convidada a ser parceira. No início de junho, o estado de Alagoas também se comprometeu a dar suporte ao evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...