sexta-feira, 21 de maio de 2021

Coronel Azevedo defende aperfeiçoamento do sistema eleitoral no País

 




Diante das atuais discussões sobre a volta do voto impresso no País, o deputado Coronel Azevedo (PSC) destacou nessa quinta-feira (20), durante sessão híbrida da Assembleia Legislativa, o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 135/2019, proposto pela deputada federal Bia Kicis (PSL-DF), que exige a impressão de cédulas em papel na votação e na apuração de eleições, plebiscitos e referendos no Brasil. De acordo com o parlamentar, a matéria precisa ser discutida em favor do fortalecimento do sistema eleitoral.

“Muito se tem falado sobre o nosso sistema eleitoral e a volta do voto impresso. Como sabemos, o Brasil utiliza um sistema eletrônico de apuração obsoleto quando comparado a outros países. Enquanto aqui o sistema é de primeira geração, nos demais países o sistema é de segunda ou terceira geração. Exemplos de inconsistências já foram registrados e infelizmente o nosso sistema não consegue conferir se houve falhas ou fraudes”, disse o deputado.

Buscando colaborar com a discussão em torno do assunto, Coronel Azevedo afirmou que compartilhou em suas redes sociais um link para a enquete que vem sendo promovida pela Câmara dos Deputados sobre a opinião da população quanto à PEC. “Queremos que a nossa democracia se fortaleça e que a PEC seja discutida, pois um sistema que não permite verificar falhas não representa a democracia. É necessário aperfeiçoar o sistema vigente, mantendo o voto eletrônico, mais que esse possa ser auditável”, ponderou ele.

AL-RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...