terça-feira, 28 de julho de 2020

Eleições 2020: PSL e PL abrem diálogo para composição em Mossoró



O PSL e o PL iniciaram diálogo para viabilizar composição político-eleitoral em várias cidades do Rio Grande do Norte, inclusive, Mossoró. Uma reunião entre os presidentes estaduais dos dois partidos, Dr. Daniel Sampaio e o deputado federal João Maia, respectivamente, abriram caminho para a parceria com vista às eleições municipais deste ano.

A ideia dos dois partidos é trabalhar juntos onde houver possibilidade de convergência, respeitando a realidade política local. Essa reunião, caso concretizado, poderá se estender até 2022. Segundo Daniel Sampaio, a primeira conversa com João Maia foi positiva porque apontou para uma possível união entre as duas siglas.

“Acredito que vamos trabalhar juntos em vários municípios do Rio Grande do Norte. Essa é uma vontade e acredito que também é o desejo de João Maia”, disse Daniel Sampaio, ao falar sobre a reunião ocorrida na semana passada na residência do líder do PL, em Natal. “Conservando sobre essas possibilidades, inclusive, sobre Mossoró”, revelou.

Pré-candidato a prefeito de Mossoró, Daniel acha possível uma composição com o PL indicando o seu vice. Ele ressaltou que a chapa PSL/PL teria o apoio de pelo menos quatro ou cinco partidos que estão com diálogo aberto. Recentemente, o presidente do PSL se reuniu com os presidentes locais do Patriotas, Gérson Nóbrega; Republicanos, Arlindo Fulgêncio; e DC, Novinho do Alto do Xerém, quanto à possibilidade de uma aliança em torno da pré-candidatura de Daniel Sampaio. “São partidos que têm opiniões convergentes e que podem perfeitamente formar uma coligação forte para disputar a Prefeitura de Mossoró”, avaliou.

Daniel Sampaio afirma que o PSL se preparou bem para disputar as eleições em Mossoró. Ele revela que o partido tem nominata completa à Câmara Municipal e sua pré-candidatura à Prefeitura consolidada. “Acredito que o PSL vai para a disputa eleitoral com bons nomes, boa estrutura partidária e em condições de vitória.”



ESTADO

Segundo Daniel Sampaio, a reunião com João Maia serviu para apresentar os municípios onde os partidos podem caminhar juntos. Em Currais Novos, na região do Seridó, PSL e PL têm pré-candidatos a prefeitos, mas um deles pode abrir mão para fortalecer a candidatura do próprio. Os dois partidos vão enfrentar o atual prefeito Odon Júnior (PT), que tentará reeleição.

Situação parecida se repete em outros municípios potiguares. “O PSL vai participar de eleições em 34 municípios com candidatos majoritários e à Câmara Municipal. Nesses municípios temos a opção de construir composição com outros partidos, como o PL, por exemplo. Dessa forma, foi importante a reunião com João Maia”, afirmou Daniel.

Segundo o pré-candidato a prefeito de Mossoró, o PSL tem um projeto definido a ser seguido, que passa pelas eleições municipais deste ano e segue até as eleições de 2022, quando o eleitor escolherá o presidente da República, governadores, senadores, deputados federais e estaduais. “Devemos chegar a 2022 com 100 diretórios municipais, o que nos garante uma participação importante no pleito daquele ano”, previu Daniel Sampaio.

DeFato.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...