domingo, 21 de junho de 2020

Colombianos encontram Jesus durante a pandemia da COVID-19



Mesmo durante o isolamento social por causa da COVID-19, o governo da Colômbia autorizou a circulação de líderes cristãos pelo país. As autoridades entenderam que eles prestam assistência aos necessitados em lugares remotos do país, onde muitos não desejam estar. Em Tumaco, costa do Pacífico, e nas regiões da Amazônia e Catatumbo, os riscos são maiores do que ser infectado pelo coronavírus. É possível ser alvo de grupos armados ilegais que dominam os territórios. A Portas Abertas criou o programa “Ágape em seu lar” para auxiliar os cristãos perseguidos na Colômbia a permanecerem firmes em Jesus durante a pandemia.

O trabalho fornece alimento e apoio pastoral a 300 famílias que vivem em aldeias remotas. O pastor Leandro Holguin* é um dos cristãos que enfrenta os riscos para levar Jesus até povoados mais vulneráveis. Ele anda pela cidade com pacotes de comida, máscaras, gel antibacteriano e Bíblias. “Aproveitamos o decreto do governo que nos permite avançar durante a quarentena. Conseguimos levar comida para muitas pessoas. Aqueles que não conseguem trabalhar estão muito deprimidos e enfrentam sérias dificuldades financeiras. Oferecemos orientação pastoral e compartilhamos a palavra de Deus com cada um deles”, explica o colaborador.

O líder cristão explicou que neste período da pandemia da COVID-19, muitas pessoas se converteram a Cristo. “Isso me traz muita alegria”, comemora. Outra cristã que tem feito diferença por meio da Portas Abertas é a pastora Amanda Santander*, há mais de 20 anos ela prega na região de Catatumbo. “As pessoas aqui não têm apenas medo do controle imposto por esses grupos ilegais, mas também temem ser infectadas com coronavírus e depois mortas por rebeldes”, completou a seguidora de Jesus.

(Com Portas Abertas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...