sexta-feira, 6 de março de 2020

Souza destaca iniciativas em favor do Centro de Reabilitação Infantil e Adulto do RN


De acordo com o parlamentar, recursos da ordem de R$ 660 mil provenientes do Ministério da Saúde já foram alocados e a implantação da unidade aguarda o projeto arquitetônico em fase de elaboração pela Secretaria Estadual de Saúde.

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa, o deputado Souza (PSB) destacou a iniciativa do Governo do Estado para a construção de uma oficina ortopédica no Centro de Reabilitação Infantil e Adulto do Rio Grande do Norte (CRI/CRA). De acordo com o parlamentar, recursos da ordem de R$ 660 mil provenientes do Ministério da Saúde já foram alocados e a implantação da unidade aguarda o projeto arquitetônico em fase de elaboração pela Secretaria Estadual de Saúde.
“É uma iniciativa de grande relevância para o Estado e de grande impacto para a sociedade. A oficina vai permitir a fabricação de órteses e próteses a serem ofertadas a todos os pacientes potiguares, além da adaptação e manutenção de cadeiras de roda. Com isso, o Estado vai conseguir fornecer um maior quantitativo desses aparelhos, bem como o seu bom funcionamento”, disse Souza pedindo agilidade no processo.
Ainda sobre o CRI/CRA, o deputado comemorou o fato de, segundo ele, a unidade estar prestes a “se tornar referência em assistência a pacientes com doenças raras”. Isso porque, de acordo com Souza, aguarda tramitação na Comissão Intergestora Bipartite (CIB) de Saúde um projeto para a implantação de laboratório de genética humana no Centro de Referência Infantil e Adulto.
Na oportunidade, o parlamentar relatou que o Rio Grande do Norte é o terceiro estado do Brasil em registro de doenças raras. Souza citou o exemplo de duas crianças do município de Nova Cruz portadoras da Síndrome Lig4, caracterizada por células sensíveis a radiação, retardo no crescimento, atraso no desenvolvimento, microcefalia, dismorfismo facial, maior predisposição a leucemia e graus variáveis de imunodeficiência, com menor número de células sanguíneas. Ao todo, são apenas 41 casos no mundo todo.
“Conversei com o presidente Ezequiel Ferreira sobre esses dois registros no Estado e o deputado mostrou-se bastante sensível à situação. É provável que a Assembleia Legislativa promova uma campanha voltada a colaborar com esses casos”, observou Souza.
Ao final do pronunciamento, o deputado fez um apelo ao Governo do Estado pela regulamentação do projeto de sua autoria que defende a redução da carga horária de trabalho a servidores estaduais que sejam pais ou responsáveis por pessoas com deficiência física. “Trata-se de uma iniciativa para fazer justiça a esses servidores que, além da sua atividade laboral, precisam dar cuidados e atenção especial a um parente com deficiência”, concluiu.

Fonte: AL-RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...