sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Silas Malafaia discorda da ministra Damares: “Abstinência sexual não é assunto de Estado”



O pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, discorda da ideia da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, de promover a abstinência sexual como política pública para prevenir Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e gravidez na adolescência.

“Não acho que isso é um assunto de política pública, de Estado. É um assunto de consciência de família, de instruir nossos adolescentes e jovens de que na vida tudo tem uma hora e um tempo”, disse Malafaia para O GLOBO.

A campanha, voltada para o público de 10 a 18 anos e que deve iniciar em fevereiro, tem como objetivo conter a gravidez na adolescência por meio da abstinência sexual. Além disso, outra meta da campanha é expor ao público jovem as vantagens de prorrogar o começo da vida sexual.



Para o pastor Malafaia, o ambiente adequado para tratar de sexualidade é em casa e, por se tratar de um assunto de “consciência de família”, os pais devem ensinar os filhos a não pular etapas e a não praticar sexo na adolescência.


“Nós, evangélicos, ensinamos nossos jovens, da Igreja evangélica, a se absterem e esperarem a hora certa, porque não foi o diabo que fez o sexo. Nós cremos. Não posso querer que outros, que não tenham o meu princípio, creiam naquilo que eu creio. Esses são princípios nossos”.


Ele diz, ainda, que ensinar educação sexual na escola não dá certo porque as instituições estão “infestadas de esquerdopatas”.

“Não querem ensinar sobre sexo, querem ensinar sobre ideologia, querem dizer que menino pode transar com menino. Aí começa a bandidagem e a vagabundagem”. 

Folha Gospel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...