terça-feira, 24 de setembro de 2019

Bolsonaro “honrou a Deus na ONU”, diz Marco Feliciano



O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (24) que a Organização das Nações Unidas (ONU) não pode aceitar a volta do colonialismo e defendeu a soberania brasileira na Amazônia. Durante discurso na abertura da 74ª Assembleia Geral da ONU, em Nova York, nos Estados Unidos, Bolsonaro reafirmou o compromisso do país com a preservação do meio ambiente e com o desenvolvimento sustentável da região.



“O Brasil é um dos países mais ricos em biodiversidade e riquezas minerais, nossa Amazônia é maior que toda Europa Ocidental e permanece praticamente intocada, prova de que somos um dos países que mais protege o meio ambiente”, disse ele aos chefes de Estado.

Atacado nas redes sociais pela esquerda e alguns setores da imprensa, Bolsonaro também recebeu muitos elogios de seus apoiadores e alguns nomes da política e imprensa séria do país.

O deputado federal Marco Feliciano comemorou pelo presidente ter citado o Evangelho durante discurso na ONU e exaltado a Deus em meio aos líderes mundiais.



Bolsonaro também defendeu a liberdade religiosa no mundo, declarando que é importante defendê-la como um dos direitos fundamentais que é o direito de manifestação de crença e livre pensamento.

Para finalizar seu discurso, ele lembrou do atentado que sofreu em setembro do ano passado e usou o versículo de João 8:32 para finalizar sua fala: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”.

JM Notícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...