sábado, 31 de agosto de 2019

Governo cubano ameaça acabar com igreja evangélica



Em Santiago, Cuba, autoridades ameaçaram acabar com a Igreja do Movimento Apostólico, liderada pelo pastor Alain Toledano Valiente. A informação foi divulgada pelo Diario de Cuba, em seu site, que defende que a igreja vem sendo ameaçada há 3 anos.


O pastor teria chegado a ser convocado, pelo Gabinete de Planejamento Fiscal local, da Diretoria de Habitação, para discutir “a legalidade das propriedades” onde os cultos são celebrados.


– Neste momento não temos templo por causa das demolições e expropriações que eles nos fizeram. A terra que eu tinha foi tirada de nós porque o governo disse que eu precisava disso para um projeto comunitário. Três anos se passaram e o projeto não existe. Nossas terras estão cheias de grama e alguns vizinhos se apropriaram deles e o governo não tocou em ninguém – disse Toledano.

Segundo o portal Mundo Cristiano, o pastor relatou à mídia cubana que os fiéis estão se reunindo no pátio de um dos membros da igreja.

A Igreja do Movimento Apostólico foi fundada em 1999. O seu rápido crescimento teria perturbado as autoridades cubanas, causando perseguição por parte do governo. A igreja não parou de crescer e está cada vez mais ativa na área de El Salado.

Pleno News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...