quarta-feira, 24 de julho de 2019

Mãe do pastor Anderson diz que não quer mais nenhum contato com Flordelis



A mãe do pastor Anderson do Carmo, Maria Edna Virginio do Carmo Oliveira, de 64 anos, prestou depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói durante 3h30 nesta quarta-feira (24).

Ao deixar o local, Maria Edna disse acreditar que os culpados pela morte do filho serão encontrados em breve e revelou que não fala mais com a nora, a deputada federal Flordelis.

“É muita saudade e muita angústia dentro de mim. Foi um pedaço arrancado dentro de mim. Eu estou muito triste e chocada. Só quero muita justiça. Que seja feita. Só isso. Eu perdi meu filho. Os culpados serão, muito em breve mesmo, Deus vai me abençoar e eu vou ter uma resposta”, contou.


Maria Edna chegou na DP por volta das 11h30, desta quarta-feira (24), para falar sobre a morte do filho, que foi assassinado na madrugada de 16 de junho, com vários tiros, na garagem da casa da família, em Pendotiba, em Niterói, na Região Metropolitana. Dois dos 55 filhos de Anderson e Flordelis estão presos, suspeitos de participar do crime.

Perguntada sobre seus sentimentos sobre a deputada Flordelis, Maria Edna disse que não queria mais nenhum contato com ela.

“Esquece de minha nora. Ela não é minha nora. Nora que é nora não faz isso”, afirmou, sem entrar em detalhes sobre o que a deputada teria feito. Sobre os netos, ela respondeu: “Só tenho três”.

Segundo o advogado Ângelo Máximo, responsável pela defesa de Maria Edna, a sogra de Flordelis compareceu na Delegacia de Homicídios de forma espontânea.

O advogado também não quis revelar o teor dos depoimentos desta quarta-feira.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...