sábado, 20 de julho de 2019

Cotado para o STF, Bretas comenta: “Não sei se sou ‘terrivelmente evangélico’, mas sou fiel”



O juiz Marcelo Bretas, responsável pelo julgamento das ações da Operação Lava-Jato no Rio de Janeiro, é um dos nomes cotados para ocupar uma das vagas que serão abertas no STF até o fim do mandato do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Evangélico, o magistrado comentou o critério definido pelo presidente para a indicação a uma das vagas: ser “terrivelmente evangélico”.


Bem-humorado, Bretas declarou que preenche os requisitos: “Não sei se sou terrivelmente, mas sou fiel”, disse o juiz aos risos durante uma entrevista ao jornalista Thiago Prado, da revista Época.

A matéria de capa do semanário do Grupo Globo revela ainda que Bretas defendeu abertamente o critério apresentado por Bolsonaro para escolher o indicado para o cargo. A Constituição prevê que o indicado seja uma pessoa com mais de 35 e menos de 75 anos de idade, de notável saber jurídico e reputação ilibada.

Nos bastidores, um fato coloca Bretas entre os principais concorrentes à vaga: no dia 02 de junho – dois dias após Bolsonaro ter declarado durante um culto da Assembleia de Deus no Distrito Federal que era hora de o Supremo Tribunal Federal ter um integrante evangélico – Bretas desembarcou em Brasília para uma conversa sigilosa no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro.

Na entrevista, Bretas não falou sobre a reunião com o presidente, mas aceitou comentar a possibilidade de ter seu nome indicado para o cargo: “Se quero ser ministro do Supremo? Olha, não é meu projeto de vida. Agora, sei que ser ministro do Supremo é uma promoção ao topo da carreira. É o auge, o topo, uma honra. Quem ficaria triste com uma promoção dessa?”, declarou.

A primeira vaga a ser aberta no STF deverá ser a do ministro Celso de Mello, que no dia 01 de novembro de 2020 completará 75 anos, quando será aposentado compulsoriamente. No ano seguinte, o ministro Marco Aurélio Mello completará 75 anos no dia 12 de julho, abrindo nova vaga.

Além do nome de Bretas, outro evangélico fortemente cotado é o do pastor André Luiz de Almeida Mendonça, atual Advogado Geral da União (AGU).

Notícias Gospel

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...