terça-feira, 16 de abril de 2019

Pastores lamentam destruição de Notre-Dame e classificam como enorme perda cultural



Nesta segunda-feira (15), a Catedral de Notre-Dame em Paris pegou fogo destruindo seu interior e derrubando a icônica torre do prédio que sofreu “danos colossais”. O mundo assistiu impotente quando a igreja do século 12 se desintegrou em chamas, no coração de Paris.

A igreja representou mais do que fé para muitas pessoas ao redor do mundo. O New York Times informou que o destino de tesouros culturais inestimáveis ​​era incerto. Na manhã desta terça-feira (16), bombeiros concluíram a extinção das chamas, e Paris começou a fazer um balanço de suas perdas.

Crentes de todo o mundo manifestaram pesar sobre como os danos espirituais para os cristãos franceses e para a cultura da civilização.

Veja alguns depoimentos sobre a destruição da catedral pelo incêndio:

Mike Pence, vice-presidente dos Estados Unidos

Notre-Dame é um símbolo icônico da fé para as pessoas de todo o mundo - e é de partir o coração ver uma casa de Deus em chamas. Nossos pensamentos e orações estão com os bombeiros em cena e todas as pessoas de Paris.

Frank Graham, presidente da Samaritan's Purse e da Associação Evangelística Billy Graham.

Entristecedor ouvir sobre o fogo de Notre-Dame em Paris, França. Orem pela segurança dos socorristas enquanto lutam contra o incêndio nesta histórica catedral.

Samuel Rodriguez, presidente da NHCLC (National Hispanic Christian Leadership Conference)

Meu coração está partido com a perda desta icônica catedral que pertence primeiro aos fiéis de Paris, mas também aos fiéis e admiradores de todo o mundo. No ano passado, minha família e eu visitamos a catedral e ficamos impressionados com sua histórica influência espiritual e cultural, que durante séculos permaneceu como símbolo duradouro do cristianismo europeu.

Lembremo-nos hoje que servimos a um Deus que sabe trazer a beleza das cinzas. Vamos nos juntar ao Arcebispo de Paris em oração para que o que resta seja salvo das chamas, e o que está perdido possa ser reconstruído para a glória de Deus. Que a fé das pessoas de toda a Europa cresça ao lado das novas muralhas, pináculos e vitrais que substituem o que foi perdido. Que um despertar espiritual surja dessa tragédia e que a Europa abrace de uma nova forma a obra expiatória de Jesus, cheia de graça e vicária. Ao lamentarmos, podemos não apenas ver isso como o fim de algo, mas como o começo de algo completamente novo, promissor e cheio de graça.

Frank J. Gaffney, presidente e CEO da Save the Persecuted Christians

O fogo que catastroficamente consumiu a catedral mais linda da cristandade no coração de uma de suas capitais mais importantes é uma tragédia não apenas para os cristãos, mas para o mundo. Embora a causa dessa perda particularmente devastadora ainda esteja por ser determinada, ela vem contra o pano de fundo de numerosos ataques que profanaram ou destruíram casas de culto cristãs em toda a França.

Este padrão de ataques é um sintoma de um ataque supremacista da Sharia contra o cristianismo na França, frequentemente permitido pela intolerante esquerda secular do país. Isso sugere que o tipo de perseguição que agora está afligindo cerca de 300 milhões de seguidores de Cristo em outras partes do mundo está chegando à Europa também.

Os americanos estão atentos: a menos que contra-ataquemos as forças perpetradoras de tais crimes contra a humanidade em prol do triunfo global da Sharia, também estaremos sujeitos a predações semelhantes. De fato, um indicador importante do estado de submissão neste país é a autocensura que parece estar impedindo a divulgação generalizada sobre a onda de ataques contra as igrejas na Europa e a perseguição anticristã em geral.

Esse fenômeno equivale ao cumprimento das restrições da Sharia-blasfêmia e apenas incentiva seus adeptos a exigirem novas concessões. Devemos defender os cristãos e o cristianismo em face daqueles que destruiriam, não apenas suas casas de culto, mas a própria fé, assim como seus praticantes.

Dede Laugesen, diretor executivo da Save the Persecuted Christians

Devido ao dano extensivo, podemos nunca saber a causa do inferno que destruiu a Catedral de Notre-Dame. Bill Donohue, presidente da Liga Católica, e Phillipe Karsenty, autoridade eleita da França, foram barrados por âncoras da Fox News quando levantaram a preocupação de que este fogo possa estar de fato ligado a uma série de incêndios suspeitos e atos de profanação nas igrejas e cemitérios em toda a França nos últimos meses. Estes crimes de ódio, hediondos e religiosos baseados em cristãos, exigem atenção. O que aconteceu na Notre Dame deve ser investigado à luz desses recentes atos de violência. Eles devem ser ouvidos.

Christine Caine, ativista australiana, evangelista, autora e palestrante internacional.

Meu coração está com o povo de Paris. Eu estive na Catedral de Notre-Dame muitas, muitas vezes ao longo das décadas. Nós estávamos lá como uma família no verão passado. Apenas comovente.

Dr. Darrell Scott, pastor da New Spirit Revival Center; CEO da Coalizão Nacional de Diversidade para Trump

É sempre uma tragédia quando as obras-primas históricas, magníficas e arquitetônicas são danificadas ou destruídas, quer tenham significado religioso ou não.

Guia-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...