quinta-feira, 11 de abril de 2019

Benjamin Netanyahu avista reeleição como primeiro-ministro de Israel



O partido 'Likud', do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu está se preparando para uma clara vitória contra o partido Khalol Lavan, do rival Benny Gantz, conquistando assim a reeleição.

Na manhã desta quarta-feira (10), 97% dos votos foram contados e mostraram que o partido Likud empatou com o Khalol Lavan. A partir das 9h (horário local), o Likud obteve 26,27% dos votos, o que lhes rendeu 35 cadeiras no Knesset. Já o Khalol Lavan ganhou 25,94 por cento, também com 35 assentos.


No entanto, o bloco de partidos de direita de Israel conquistou a maioria dos 120 assentos do Knesset (gráfico abaixo), possibilitando a Netanyahu o apoio que ele precisa para formar um governo e permanecer como primeiro-ministro.

O primeiro-ministro Benjamin Netanyahu agradeceu a seus partidários em uma ‘festa da vitória’, em Tel Aviv, na noite da última terça-feira (9).

"Lembrem-se, 25 anos atrás, foi a primeira vez que Sara e eu estivemos aqui. E agora voltamos para cá, por sua causa e por vocês", disse Netanyahu, acrescentando que sua vitória contra Gantz foi "quase sem precedentes".

A vitória de Netanyahu pode entrar para a história do país, considerando que em caso de vitória definitiva, ele será o primeiro-ministro que serviu a Israel por mais tempo.

Enquanto isso, Gantz não está admitindo ainda a derrota.

"Bom dia, amigos, sim, bom dia", escreveu Gantz em uma carta aos ativistas de seu partido na quarta-feira. "Os relatórios contam uma história inacabada. Não há nada definido sobre (os resultados)."

"Podemos ser capazes de fazer uma manobra política de um tipo ou outro", disse ele.


Opiniões

Houve a especulação de que um governo de unidade entre Netanyahu e Gantz ajudaria o país a se recuperar de uma eleição amarga e responderia às ameaças do Irã e do Hamas contra Israel.

"A coalizão, ainda não está clara, porque precisamos ver quem são as partes que estão no jogo. Então, daqui a dois dias estaremos mais informados sobre a coalizão. Mas uma coisa nós sabemos, e com certeza, Netanyahu é o próximo primeiro-ministro", disse Tzipi Hotovely, vice-ministro de Relações Exteriores de Israel.

Governo de direita

Embora a coalizão de Netanyahu seja de direita, ele diz que quer garantir que todos os israelenses estejam representados.

"Pretendo trabalhar rapidamente para estabelecer um governo estável. Quero deixar claro que será um governo de direita, mas pretendo ser o primeiro-ministro de todos os cidadãos israelenses, sejam de direita ou esquerda, judeus ou não-judeus", disse Netanyahu.

Netanyahu já telefonou para muitos parceiros prováveis ​​em sua mais recente coalizão, quase certamente um governo da direita. Isso incluiria dois partidos religiosos, o Shas e o Judaísmo da Torá. Eles terminaram em terceiro e quarto na votação.

O Times of Israel informa que o comparecimento dos eleitores foi de 67,8%, um pouco abaixo dos 71,8% de 2015. Um porta-voz do partido Likud confirmou à CBN News que a afluência de eleitores é baixa nesta eleição.

Guia-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...