quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

Líderes religiosos falam sobre expectativas para 2019



Desafios, conquistas, despedidas, superação. O ano de 2018 dá adeus com uma bagagem que, para muitas pessoas, reflete na busca por mais esperança e otimismo em 2019.

Representantes de religiões foram entrevistados pelo portal G1 e fizeram pedidos e projeções para o novo ano que se inicia.

Catolicismo

Administrador Diocesano de Campinas (SP), Monsenhor José Eduardo Mischiatti acredita na importância de não perdermos a confiança no ser humano e nos valores.

No início do mês a Igreja Católica teve a Catedral de Campinas maculada com o episódio de um atirador que fez disparos contra fiéis no encerramento de uma missa.

“O ano de 2018 foi um ano marcado por dificuldades grandes na economia, no mundo da política, mas nós esperamos que o ano de 2019 seja um ano portador de bênçãos, de prosperidade, que a mensagem cristã possa se fazer presente no coração das pessoas”.

Monsenhor José Eduardo Mischiatti, Administrador Diocesano de Campinas. — Foto: Acervo/Arquidiocese de Campinas
Monsenhor José Eduardo Mischiatti, Administrador Diocesano de Campinas. — Foto: Acervo/Arquidiocese de Campinas


“Que possamos estar atentos ao outro, às suas necessidades, às suas alegrias e tristezas, e que possamos ser presença amiga e bondosa nas suas vidas revelando a própria bondade de Deus. Temos que confiar na bondade, na vida, na paz, cada um de nós tem que fazer a sua parte. Confiar no ser humano, nos valores, e as coisas vão se encaminhar”.

Judaísmo

Pedro Clemente Borges Tiago, presidente da Sociedade Israelita Brasileira Beth Jacob de Campinas, faz um pedido de bênçãos para que se tenha harmonia entre os povos.

“Para nós, em termos de religião, foi tudo bem em 2018, dentro da comunidade. Em termos financeiros, foi ruim para todo mundo. Várias pessoas voltaram para Israel, quem tinha dupla cidadania”.

Pedro Clemente Borges Tiago, presidente da Sociedade Israelita Brasileira Beth Jacob de Campinas. — Foto: Pedro Clemente Borges Tiago/Arquivo pessoal
Pedro Clemente Borges Tiago, presidente da Sociedade Israelita Brasileira Beth Jacob de Campinas. — Foto: Pedro Clemente Borges Tiago/Arquivo pessoal


“E 2019 tende a melhorar para a comunidade e para o país. A gente acredita numa crença em que todos acreditam num Deus único, e vamos seguir em frente tocando, rezando e pedindo uma bênção de Deus para que tudo ocorra bem, em paz, e harmonia entre os povos”.

Evangélica

Carlos Eduardo Aranha Neto é pastor evangélico da Igreja Presbiteriana. Ele defende que o coração busca sempre o melhor e, por isso, o ano de 2019 tende a ser melhor.

“Nós sempre temos encontros de oração e a gente junta duas situações: a preocupação com o tempo que a gente vive e a expectativa do que venha a acontecer. A fé é que o futuro seja melhor do que o momento atual”.
“O ano que vem tende a ser melhor porque o coração busca isso. Muita gente almeja que seja um ano melhor. Com Deus, vai ser melhor. A gente nunca deve perder a fé, mas ao contrário. Mesmo nos momentos mais difíceis, fazer com que a fé prevaleça, para nos ajudar a caminhar”.
Pastor evangélico da Igreja Presbiteriana, em Campinas, Carlos Eduardo Aranha Neto. — Foto: Carlos Eduardo Aranha Neto/Arquivo pessoal
Pastor evangélico da Igreja Presbiteriana, em Campinas, Carlos Eduardo Aranha Neto. — Foto: Carlos Eduardo Aranha Neto/Arquivo pessoal

Pastor Márcio Valadão deixa mensagem de ânimo para 2019

O pastor Márcio Valadão, líder da Igreja Batista da Lagoinha em Belo Horizonte, Minas Gerais, compartilhou um vídeo com uma mensagem de ânimo para o ano novo que se aproxima. No vídeo, o pastor aconselha a seguir em frente, esquecendo-se das coisas que ficaram para trás em 2018.

Citando o capítulo 3, versículos 13 e 14 do livro de Filipenses, Márcio Valadão afirma que o ano de 2019 pode ser o melhor de nossas vidas se fizermos o que diz o apóstolo Paulo:

“Paulo proclamava: uma coisa eu faço, esquecendo-me das coisas que para trás ficam, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus, em Cristo Jesus. A única maneira de você viver tão bem o próximo ano é esquecendo-se do agora, não levando em conta os que te feriram e que te machucaram”, disse.

Por fim, o pastor pede que os fiéis procurem guardar na memória toda a bondade de Deus em 2018, mas procurando avançar para conquistar o que de melhor Deus tem para cada um.

Novos propósitos


O reverendo Hernandes Dias Lopes, colunista do Folha Gospel, publicou na sua página do Facebook, texto sobre novos propósitos em 2019.

Ele falou sobre a decisão “de buscar as primeiras coisas primeiros” e, entre outras coisas, sobre “a decisão de amar a Deus de toda a sua força e cuidar de sua família como um bem precioso”.
Fonte: G1 e Diário Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...