segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Nova Convenção da Assembleia de Deus no Brasil é fundada com promessa de apoiar ministério pastoral feminino



A nova Convenção da Assembleia de Deus no Brasil (CADB) foi fundada em uma solenidade no último sábado, 02 de dezembro, no Templo Central da AD em Belém (PA). A entidade nasce com 10 mil pastores filiados.

O surgimento da CADB ocorreu após anos de disputa na Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), marcada por polêmicas e disputas judiciais. O racha culminou com a saída do pastor Samuel Câmara – opositor do clã Bezerra da Costa – da entidade e o movimento para fundação de uma nova convenção.

De acordo com informações do portal JM Notícia, Câmara foi aclamado o primeiro presidente da CADB e falou sobre os objetivos da entidade, além de ler o estatuto. “Estamos iniciando uma jornada muito abençoada […] Começamos ultrapassando 10 mil membros filiados”, afirmou, acrescentando que a situação foi “desenhada por Deus”.
Abrangência

Segundo Samuel Câmara, há pastores de quase todos os estados brasileiros filiados à CADB, e a expectativa é que mais sacerdotes assembleianos se juntem à entidade conforme o conhecimento sobre o estatuto se torne mais amplo.

O único estado em que ainda não há filiados é Sergipe, e a CADB tem planos de enviar missionários à região caso nenhum pastor se filie à entidade.

A sede da nova convenção será instalada em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, e o presidente já possui um plano para que o imóvel seja reformado. A ideia é usar o mesmo prédio onde foi fundada a primeira igreja Assembleia de Deus no Rio, em meados de 1930, a única igreja fundada e liderada pelo missionário sueco Gunnar Vingren.

O mesmo imóvel abrigou a primeira sede da CGADB e da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD). Como o local estava à venda, a CADB negociou a compra e agora precisa levar o projeto adiante.
Diferenças

O material que a CADB irá indicar para uso nas escolas dominicais foi apresentado pelo pastor Samuel Câmara, que o descreveu como sendo de “alta qualidade”, com preços mais acessíveis que os praticados pela CPAD, mas fez a ressalva de que os pastores filiados não serão obrigados a implantar esse material em suas congregações: “Não queremos ser donos da alma e de tudo, seremos dirigidos por Deus”, disse, alfinetando a CGADB.

As mulheres poderão se tornar membros da CADB, segundo Câmara. “Deus abençoe as mulheres da Assembleia de Deus que são chamadas por Jesus. A CADB é o seu lugar”, afirmou, salientando que a entidade vai admitir a consagração de mulheres ao ministério pastoral.

Assista à íntegra da solenidade no vídeo abaixo:Gospel Geral


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...