segunda-feira, 31 de outubro de 2016

CGADB Eleições 2017 - Pr. Jesiel Padilha da AD Belenzinho/ Confradesp protocola candidatura independente


Pr. JESIEL PADILHA - AD Belenzinho/ Confradesp

Pr. JESIEL PADILHA REGISTRA CANDIDATURA INDEPENDENTE AO CARGO DE QUARTO VICE PRESIDENTE DA CGADB


De acordo com informações obtidas por fonte fidedigna, no apagar das luzes do prazo para solicitação de candidaturas, o Pr. JESIEL PADILHA, membro da AD Ministério do Belenzinho-SP/ Confradesp, protocolou requerimento de candidatura para o cargo de Quarto Vice Presidente - Região Sudeste, à Comissão Eleitoral da CGADB.

O requerimento não teria qualquer surpresa adicional, a não ser o fato de JESIEL PADILHA ser ministro filiado ao Ministério do Belenzinho, cujo Pastor Presidente é o Pastor José Wellington Bezerra da Costa, atual Presidente da CGADB, e que tem como seu vice, o Pastor Wellington Júnior, seu filho, candidato à sua sucessão, protagonizando a liderança da chapa CGADB MAIS PERTO DE VOCÊ, apoiada pela atual Mesa Diretora e seu presidente.

Outro fato que torna o pedido de registro da candidatura de JESIEL PADILHA atípica, é o fato de que se apresenta como uma candidatura independente, já que a chapa encabeçada pelo Pr. Wellington Júnior, já conta com outro candidato ao mesmo cargo.

Pastor Jesiel Padilha líder do Belém no litoral e Vale do Ribeira supervisor de 3 campos com 168 Igrejas, já atuou como membro da Mesa Diretora da CONFRADESP por dois mandatos. Atualmente atua como vice Presidente do Conselho de Educação da CGADB. Pedagogo pela UNOESTE, é Teólogo graduado pela UFRR, e pôs graduado em ciências da Religião pela FATHE, além de Analista e articulista de temas teológicos.
Resta agora, aguardar se será homologada a candidatura, após análise do Conselho Jurídico da CGADB, pela competente Comissão Eleitoral.

Um comentário:

  1. Ao meu ver o parecer do Conselho Jurídico da Convenção Geral deve franquear este direito ao Pastor Jesiel Padilha de disputar como candidato a 4º Vice-Presidente do "Orgão" que pertence à todos nós que somos assembleianos, uma vez que se fala tanto em democracia e "direitos iguais" neste país. Até quando o "sistema" vai ficar preso um "cabresto" com chapa "unica" ou restrita? Nos tempos coloniais, observamos que o exercício dos direitos políticos se restringia a uma limitada parcela de proprietários de terra, conhecidos como “homens bons”. Será que não temos estes "homens bons" com direitos "iguais" de disputar, pelo menos uma "vaguinha", só porque sua propriedade de "terra santa" (igrejas) é menor? Rsrsss... Pense nisso! Pastor Adão de Santana - AD Hope Mongaguá

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...