Na sessão plenária que marca o retorno dos trabalhos parlamentares na Assembleia Legislativa, na terça-feira (2), o deputado Michael Diniz (SDD) destacou uma série de visitas a escolas estaduais da Região Metropolitana de Natal e lamentou os relatos de abusos, segundo ele, causados pela ideologia de gênero. 


“Desde que assumi venho me preocupando com algumas pautas que julgo importantes para a nossa sociedade e, dentre elas, resolvi visitar alguns colégios estaduais em Parnamirim e outros municípios. Vejo nas escolas uma coisa estranha pairando, chamada ideologia de gênero”, disse ele.

O deputado chamou a atenção para um relato ocorrido dentro do banheiro de umas das instituições visitadas. “Escutei casos de abusos e assédios, à exemplo de um em que um menino de 16 anos, pelo fato de se sentir de outro gênero, adentrou o banheiro feminino e aliciou uma criança. Creio que esse não é o último caso que irei ouvir, graças a essa liberdade que vem sendo pregada pela esquerda e que, infelizmente, diz que você pode ser o que bem quiser ou entender”, pontuou.

Em outro caso citado por ele, Michael relatou a ocorrência em Natal de “um homem se tocando dentro de um banheiro público. Sinto uma dor grande ao ver isso acontecendo na sociedade, vendo nossas crianças sendo sensualizadas e nada sendo feito. Portanto, acredito que a ideologia de gênero não vem para somar, pelo contrário, vem para corromper a inocência”, declarou o deputado.

Na ocasião, o parlamentar reafirmou seu posicionamento ideológico e defendeu a separação dos banheiros nas escolas. “Sou de direita, sou conservador, sou pró-família e defendo a bandeira do meu Cristo, por isso vou contra a ideologia de gênero. Como disse a ex-ministra Damares: meninos vestem azul e meninas vestem rosa. Banheiros têm que ser separados: masculino para menino e feminino para menina”, concluiu Michael.

AL-RN 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...