A nova pesquisa de W. Bradford Wilcox e Lyman Stone, para o “Institute for Family Studies”, apontou para menores taxas de divórcio entre os casais cristãos que se casaram por volta dos 20 anos de idade e não praticaram sexo antes do casamento.

Dizendo que o casamento não foi obstáculo para a diversão e o sucesso profissional dos jovens casais, Wilcox escreveu em seu blog que o resultado que mostra as menores taxas de divórcio entre eles possuem várias explicações.

Primeiro, solteiros religiosos na faixa dos 20 anos são mais propensos a ter “acesso” a outros solteiros religiosos que compartilham sua visão de família.
“Os caras religiosos são mais de longo prazo, são aqueles com quem você quer se casar e quer apresentar aos pais”, disse Samantha, que se casou com Joe recentemen
“É o tipo de homem com quem posso compartilhar meus valores que terá valores semelhantes aos meus. Os outros caras estão apenas procurando se divertir”, ela explicou


Sobre o sexo antes do casamento


Ainda conforme a pesquisa, o sexo por si só pode ser prejudicial ao casamento. “Os casais que já praticam sexo possuem 15% mais chances de se divorciar do que aqueles que não praticam”, escreveu Wilco
E as pessoas que já se relacionaram sexualmente com outras, além de seu cônjuge, estão mais propensas a pensar numa separação quando se deparam com algum problema no casamento, conforme os resultados da pesquisa

Samantha, a recém casada, explicou que ela e o marido nunca tiveram outros relacionamentos, então não enxergam o divórcio como uma opção em caso de conflitos na relação do casa

O que realmente acontece quando um dos cônjuges já teve relações sexuais com outra pessoa? Wilcox explica que “ter um histórico sexual com outros parceiros pode fazer com que você não valorize o seu cônjuge”




A psicóloga Galena Rhoades concorda e dá exemplos: “Claro, seu marido, John, é confiável e um ótimo pai, mas não tão charmoso quanto Luke ou tão ambicioso quanto Charles, os outros dois homens com quem você viveu antes de se casar com John. Fazer comparações como essas pode prejudicar seu casamento”, ela destacou.

Relacionamentos conforme a geração atual


A pesquisa mostra também que, atualmente, mais de 70% dos casamentos são precedidos de casais que praticaram sexo antes. “Essa é uma das causas que retardam a decisão pelo compromisso matrimonial”, diz o relatório.


Alguns dados também foram relatados: “Na década de 1960, apenas 5%, em média, dos recém casados viviam juntos antes do casamento. Em 2010, essa porcentagem subiu para mais de 70%.


E, no geral, o que mais destaca a pesquisa são os resultados que apontam que a religião promove a estabilidade do relacionamento, afastando os jovens da prática sexual precoce e aproximando-os para os laços matrimoniais.

. . l.. x.to. e., ela destacou.

Informações Blog do guiame

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...