O PT, juntamente com integrantes da campanha de Lula à Presidência da República, estão mantendo contato com marqueteiros especializados no público evangélico, tendo como objetivo traçar ações e até campanhas voltadas especificamente para esses eleitores.

Na avaliação dos petistas, que reconhecem o abismo que separa o petista e o seguimento evangélico, Lula não deveria “entregar” essa parcela do eleitorado ao presidente Jair Bolsonaro (PL), mas buscar meios para ganhar espaço.

De acordo com Carla Araújo, do UOL, eles pretendem usar como estratégia, que ainda estaria sendo planejada, tentar a discussão para questões práticas da vida, como a inflação e o desemprego, fugindo das pautas de costumes.

Um integrante da campanha afirma que a pauta de costumes “é uma armadilha que só interessa ao Bolsonaro”. Isso significa dizer que eles tentarão evitar temas como aborto, drogas, ideologia de gênero, entre outros.

"Vamos discutir a vida deles. Eles comiam melhor agora ou na época do Lula?”, disse outra fonte.

Um rascunho do programa de governo de Lula mostrou que ele pretende avançar nas pautas de costumes, mesmo enquanto foge do debate sobre o tema. Além disso, o programa prevê aborto, censura à imprensa e redes sociais.

Gospel Prime

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...