O pastor Daniel Nunes da Assembleia de Deus em Campina Grande, na Paraíba, que renunciou ao cargo de Pastor Presidente da Convenção de Ministros da IEAD regional, após fala polêmica durante um culto em Abreu e Lima, Pernambuco, foi disciplinado nesta segunda-feira (30) pela direção da Convenção de Ministros de seu Estado. De acordo com informações obtidas pelo JM, Nunes após renuncia, teria confessado que violou o 7º mandamento Bíblico.

Durante a leitura, o pastor presidente Dari Ferreira que dirigia os trabalhos afirmou que Nunes violou o decoro Bíblico: ” Comportamento seja similar aos descritos no artigo 8º ou que pratique qualquer outro ato incompatível com o decoro Bíblico. Diante disso, a diretoria e a Mesa Diretora da Convenção disciplinou o pastor Daniel Nunes da Silva”.


Na ocasião, durante o culto, o pastor Daniel Nunes pediu a palavra para pedir perdão publicamente a Igreja de Campina Grande.


“Em 100 anos de história, nunca tivemos um problema com este”, disse um membro da instituição ao JM Notícia.

JM Notícias

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...