Na 45ª edição da Assembleia Geral Ordinária, feita pela CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil), nesta terça-feira, 19, um dos eventos mais tradicionais da igreja Assembleia de Deus, o líder do grupo, o pastor José Wellington Bezerra da Costa, declarou o apoio do segmento ao atual presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições gerais de 2022.


Em sua fala, Wellington deixou claro que Bolsonaro é “o nosso pré-candidato” e que o “Deus a quem ele honra com certeza o honrará no próximo mês de outubro”, mês das eleições de 2022. Além disso, declarou que a cúpula da convenção espera que Jesus Cristo dê vitória ao candidato do PL ainda no primeiro turno.

“O Deus a quem ele honra com certeza o honrará no próximo mês de outubro, no dia da eleição geral”, afirmou o líder da CGADB, complementando: “O senhor é o nosso pré-candidato, mas esperamos que no mês de outubro, para envergonhar o Diabo, para dizer àquela gente que não gosta dos crentes, que Jesus Cristo, o Senhor, dará a este homem a vitória no primeiro turno, se Deus assim permitir”.


O presidente da Frente Parlamentar Evangélica, também conhecida como Bancada Evangélica, o deputado Sóstenes Cavalcante, também participou da 45ª Assembleia Geral Ordinária da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), em Cuiabá.

Sóstenes, que intermediou a presença do presidente Jair Bolsonaro, ressaltou que é preciso que o “povo de Deus entenda” que eleger uma bancada de deputados alinhada com o presidente é “tão importante quanto” a eleição de um presidente que tenha os mesmos valores que os evangélicos.

Ele também falou sobre a lealdade do parlamentares evangélicos ao presidente Bolsonaro. “O que nos une são as nossas pautas e os nossos valores. Muitos perguntam por que os evangélicos são tão leais ao presidente Bolsonaro. É porque há anos quando o presidente Bolsonaro já estava no parlamento lutava as mesmas lutas que as nossas”, pontuou.

Jair Bolsonaro na Assembleia Geral Ordinária

Já amplamente apoiado pela população evangélica, o atual chefe de Estado do Brasil e pré-candidato, Jair Bolsonaro, estava presente na convenção, sentado ao lado de José Wellington. O político compareceu no ‘segundo culto’ após o evento de Lançamento da Marcha para Jesus na Comunidade religiosa das Nações, no mesmo dia.

Afirmando que é “muito bom estar entre aqueles que tem Deus no coração”, Bolsonaro, em seu discurso, afirmou que os “valores cristãos” estão “ameaçados” e destacou seu respeito a “seus militares”.

“Hoje, nós temos, no governo, um presidente que acredita em Deus, respeita os seus militares, defende a família e deve lealdade ao seu povo. O que nos juntos estamos construindo é um caminho solido, sem retorno, rumo à prosperidade. Temos os nossos valores, também sou cristão, minha esposa evangélica, esses valores estão ameaçados”, afirmou.

Folha Gospel com informações de UOL e Frente Parlamentar Evangélica




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...