O pastor Gilmar Santos, que está sendo acusado de chefiar um “gabinete paralelo” no Ministério da Educação, emitiu uma nota negando as acusações.

O líder da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Cristo para Todos também disse que repudia as notícias vinculadas na imprensa, pois são recheadas de acusações levianas.

“Sou ministro de confissão religiosa e de vida consagrada à pregação do evangelho de Jesus Cristo, por mais de 37 anos, neste país. Sou cidadão brasileiro, cumpridor dos meus deveres cívicos, e me encontro à frente da Igreja Assembleia de Deus, Ministério Cristo para Todos, desde julho do ano de 2001, sendo fundador desta grande obra”, diz um trecho da nota.

Sobre as acusações do prefeito de Luís Domingues (MA), Gilberto Braga (PSDB), o religioso negou peremptoriamente.

Ele disse que nunca pediu, ou de alguma forma contribuiu para o recebimento de propina, ou qualquer outro ato de corrupção junto ao Ministério da Educação, bem como ao atual ministro titular da referida pasta.

Fuxico Gospel

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...