A pesquisa AgoraSei/Difusora divulgada na tarde desta segunda-feira, 28, mostra que, pensando unicamente na sua reeleição, a governadora Fátima Bezerra (PT) acertou em cheio ao tirar o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT) da lista dos seus possíveis adversários para o pleito eleitoral deste ano, atraindo-o para o seu palanque com a promessa de apoio para o Senado Federal. Senão vejamos: numa pesquisa realizada pelo mesmo instituto há 6 meses, em outubro de 2021, Fátima Bezerra marcou apenas 30,52% enquanto o seu então adversário hoje aliado Carlos Eduardo chegou aos 22,75%. Apenas 7,77 pontos percentuais de diferença. Um situação que representava risco real para o governismo. Na pesquisa de hoje, a qual mostra Fátima na liderança com 36,5% e o senador Styvenson Valentim (Podemos) em segundo colocado com apenas 7,4%, a diferença chega aos 29,1 pontos percentuais. Uma situação bem mais confortável para a governadora.

Entretanto, a pesquisa AgoraSei/Difusora de hoje também mostra que ainda há risco de derrota para Fátima Bezerra que, de acordo com todos os levantamentos qualitativos e quantitativos já divulgados, conduz um governo de baixa aprovação popular, é a mais rejeitada entre os nomes postos atualmente e indica ter um teto eleitoral baixo.

Ainda de acordo com a pesquisa AgoraSei/Difusora, postos como pré-candidatos Fátima Bezerra, o ex-prefeito de Olho D’água do Borges Brenno Queiroga (Solidariedade), a assistente social Rosália Fernandes (PSTU), a ex-vereadora de Grossos Clorisa Linhares (Brasil 35) e, diante da espectativa em torno das possíveis pré-candidaturas do presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira (PSDB) e do senador Styvenson Valentim (Podemos), 40,5% dos potiguares ainda não definiram o voto para governador. Se retirados do cenário os nomes de Ezequiel Ferreira e Styvenson Valentim, este percentual vai a 53,9%. É fato que neste meio estão aqueles que ora dizem que não votarão em ninguém. Eles somam 24,3% no cenário estimulado da pesquisa AgoraSei/Difusora de hoje com todos os nomes aqui citados. Mas nada o pede de mudarem de ideia, situação que torna complemente indefinida a eleição para o Governo do Estado do Rio Grande do Norte.

Informações Rede News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...