O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, rebateu afirmações feitas pelo deputado Evair de Melo (PP-ES) – vice-líder do governo federal na Câmara – e afirmou que a disputa ao Senado Federal pelo Rio Grande do Norte ainda não foi definida.

“São falsas as afirmações de que o Ministro Rogério Marinho tenha decidido deixar a pré-candidatura ao Senado. Rogério Marinho não foi procurado pela reportagem e não fez qualquer manifestação neste sentido, também não autorizou qualquer deputado a falar em seu nome”, diz nota oficial do ministro potiguar.

Evair falou ao Correio Braziliense como devem ficar os ministérios comandados por Fábio Faria (PSD) e Rogério Marinho. Ele disse à reportagem que Marinho continuaria no ministério, em favor da candidatura de Faria a senador pelo Rio Grande do Norte – já que neste ano haverá apenas uma vaga para o Senado em cada unidade da Federação.

Segundo a equipe de Marinho, no entanto, a decisão sobre a disputa ao Senado pelo RN será tomada em conjunto com o presidente Jair Bolsonaro no próximo mês.

“Devem chegar a um acordo”, diz Bolsonaro

“Os dois ministros querem ir para o Senado. Vamos ver se eles chegam a um acordo, porque se os dois resolverem disputar (ao mesmo tempo) fica difícil”. Essa foi a recomendação de Bolsonaro sobre a possibilidade dos ministros Fábio Faria e Rogério Marinho de disputarem a única cadeira de senador pelo RN em 2022. Para Bolsonaro, os dois ministros, cada um à frente da sua pasta, têm realizado um trabalho “excepcional”, não só aqui no Estado, mas também em outras regiões do país.

Com informações do Correio Braziliense

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...