Os Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim 2022 serão realizados no início do próximo mês , e as organizações de liberdade religiosa estão pedindo aos cristãos que boicotem o evento devido à perseguição da China a cristãos e outras minorias religiosas.

O grupo de vigilância de perseguição religiosa Portas Abertas publicou na semana passada sua lista de observação global anual dos 50 países onde é mais difícil ser cristão.

Durante a conferência de imprensa de apresentação da lista, David Curry, diretor-geral da Portas Abertas, referiu-se à perseguição levada a cabo pelo Partido Comunista Chinês (PCC) contra cristãos e outras minorias religiosas, incluindo muçulmanos uigures, a quem aparentemente são submetidos a trabalho.

De acordo com o The Christian Post , Curry pediu um boicote aos próximos jogos de inverno porque eles são “um exemplo de como a China usa esportes, dinheiro e investimentos em infraestrutura em todo o mundo para encobrir suas violações de direitos humanos”.

“O Portas Abertas… convida todos os cristãos a se unirem a este boicote aos Jogos Olímpicos em nome de nossos irmãos e irmãs perseguidos na China”, enfatizou, esclarecendo que o boicote significava não ver os Jogos Olímpicos de Inverno.

JM Notícias

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...