Fiéis que frequentam a Igreja Matriz de Santa Vitória do Palmar, no Rio Grande do Sul, foram surpreendidos com um cartaz na porta do templo que dizia: “Proibido entrar com roupas inadequadas”. O alerta foi feito pela autoridade máxima da igreja local, o padre Cristiano Pereira.

O aviso não foi recebido com ânimo por algumas pessoas. Isto porque o líder religioso determinou que mulheres devem usar vestido longo e sem decote, saia que cubra os joelhos, blusa de manga longa cobrindo os ombros e sem estampas chamativas. Estão proibidos vestes como roupas curtas, legging e blusas transparentes.

Já os homens devem frequentar o espaço usando roupa social. Estão proibidos bonés, bermudas jeans e camisetas estampadas.

Em declaração à RBS TV, a aposentada Magda Nicoleti reclamou por ter que trocar a saia por uma calça comprida para acompanhar a missa de um ano de falecimento do pai.

– Eu mandei rezar uma missa pro meu pai, de um ano de falecimento, e tive que colocar uma calça comprida, porque ele não deixa usar vestido acima do joelho – diz.

Já o representante comercial Jerônimo Muller foi além nas críticas.

– Hoje, temos aí um monte de gente passando por necessidade, fome, e a gente tá discutindo se pode ir de bermuda ou não, em vez de a gente poder estar ajudando as pessoas, executando o amor de alguma forma que possa ajudar o próximo – diz Muller.

O aviso ficou por cerca de um mês na portaria da igreja. Há alguns dias, o padre Pereira foi orientado pela Diocese do Rio Grande a retirar o banner.

À RBS, o padre Pereira afirmou que as orientações sobre as vestimentas são normais em igrejas da Europa e que o mesmo poderia ser adotado em sua paróquia.

Pleno News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...