Para Clorisa Linhares, o Rio Grande do Norte, hoje, não tem apenas um problema a ser enfrentado, mas sim um conjunto, desencadeado pelos que ela classificou como “desgovernos sucessivos que passaram”. Ela classificou a gestão da governadora Fátima Bezerra (PT) como um verdadeiro desgoverno.

“Infelizmente, há insegurança, desemprego, precariedade na saúde, falta de mobilidade e infraestrutura adequada e necessária que possibilite o desenvolvimento econômico do Estado, além de problemas ligados a própria solvência do Estado”, frisou, destacando que, “pagar o salário dos funcionários públicos em dia é um dever legal e moral do Estado”.

E disse que não vê nenhum tipo de planejamento claro e prático que possa trazer o desenvolvimento sustentável. “As urgências são as mais diversas, e partem dos clássicos saúde, educação, segurança e emprego. Todavia, entendo que o desenvolvimento econômico do estado é o caminho que deve ser percorrido na busca da solução de qualquer problema que se tenha que enfrentar”, lamentou.

Entre os principais problemas apontados por ela, há insegurança, falta de emprego, precariedade na saúde, falta de mobilidade e infraestrutura adequada e necessária que possibilite o desenvolvimento econômico do Estado, além de problemas ligados à própria solvência.

“Infelizmente, estamos há décadas passando por essa situação, de modo que não atribuo a responsabilidade apenas ao atual governo, mas como fruto da má administração de sucessivos gestores que seguiram modelos ultrapassados, desencadeando políticas públicas caóticas e precárias”, afirmou Clorisa.

De fato, o que se percebe é a falta de uma renovação. As pessoas que se dizem oposição fazem parte ou já fizeram parte desses governos que conseguiram deixar nosso Estado, um dos mais ricos do Nordeste, nessa situação miserável que vivemos.


Agora RN
 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...