“Fátima traiu suas origens. A governadora mentiu para a população do RN em seu discurso em defesa dos mais pobres. Além do mais, existem fortes indícios de roubalheiras em todas as licitações do governo do Estado”. Essas foram as acusações feitas pelo deputado estadual Nelter Queiroz (MDB), em relação à gestão da governadora Fátima Bezerra (PT), na condução do Rio Grande do Norte, que tem deixado a desejar em áreas prioritárias como a saúde, educação e segurança pública.

Segundo o deputado, em entrevista exclusiva ao AGORA RN nesta quarta-feira 19, não existe a menor possibilidade dele apoiar a reeleição da governadora, mesmo com a chance cada vez mais factível da formação de aliança política partidária entre o PT e MDB no Estado, com foco nas eleições.

“Fátima não tem a visão de gerar emprego e renda para o povo mais simples. E as consequências disso é que o Rio Grande do Norte não avançou durante esses quatro anos de sua gestão”, afirmou. Sem dar detalhes, Nelter Queiroz acusou o governo de fraudar licitações no Estado, no que classificou como “fortes indícios de roubalheiras”.

Deputado sugere prévias no MDB para decidir sobre aliança com o PT no RN.

Questionado se baixaria o tom em relação às críticas à governadora, caso a aliança política entre o MDB e o PT se concretize no RN, como vem se encaminhando as conversas e entendimento entre os líderes de ambos os partidos, Nelter afirmou que não há, “a menor chance de ficar calado. Se for o caso de ter que deixar o partido por conta da minha posição, deixarei”. E completou: “Sugiro que as bases sejam ouvidas, aliás podemos até fazer uma prévia com votação dos filiados e diretórios para sermos mais democráticos”.


O deputado explicou que ainda não foi convidado pela cúpula do seu partido para a discussão sobre a união das duas legendas. Nelter sempre foi contra a formação da aliança com o PT, pois, como afirmou em recente entrevista ao AGORA RN, considera a governadora Fátima Bezerra “fraca”, “desgastada” e “rejeitada” politicamente. “Vive correndo atrás de Garibaldi para se reeleger. Se Fátima estivesse bem, não queria nem conversar com o MDB. Ela não passa de 30% nas pesquisas de intenção de votos. O povo está revoltado com ela e quer derrotá-la”, enfatizou.

E continuou: “O PT de Fátima não fez sequer o dever de casa e nem realizou as promessas de campanha que havia prometido. Dentro do PT da governadora, uma parte dos membros é contra. Eu ainda não fui ouvido, mas muitos emedebistas e prefeitos que nós consultamos no Seridó são contra também”, destacou.

Apesar de contrariado, Nelter Queiroz disse que pretende continuar filiado ao MDB e que a preocupação neste momento é, “discutirmos a nominata e o caminho que o partido quer tomar nas eleições deste ano”, finalizou.

Agora RN

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...