O presidenciável Sergio Moro tem se dedicado, nas últimas semanas, a encontros com inúmeras lideranças evangélicas, a fim de atrair apoio desse segmento para sua candidatura. Segundo informações do jornal O Globo, até o momento o ex-juiz já esteve com mais de 50 pastores, entre eles, aliados do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com ele, Moro se posiciona contra pautas como aborto e a ideologia de gênero, mas também apoia o respeito à pluralidade do Brasil.

– Do ponto de vista de valores e princípios, Sergio Moro é um conservador. Na questão do aborto, a legislação que temos será mantida. Ele é contra a sexualização de crianças e a ideologia de gênero. O diferencial da candidatura dele é que sabemos que o Brasil é um país diverso e plural. É preciso respeitar todas as denominações para vivermos em um estado democrático. As igrejas sérias não querem impor uma teonomia – disse Uziel.

O ex-ministro da Justiça já esteve com alguns dos principais líderes cristãos do Brasil, incluindo o pastor R.R. Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus, e Estevam Fernandes, da Primeira Igreja Batista de João Pessoa.

Moro também se reuniu com lideranças batistas, adventistas, metodistas e presbiterianas. Nos próximos meses, focará em encontros com pentecostais e neopentecostais.

O ex-magistrado visa ainda marcar reunião com os pastores Silas Malafaia e Marco Feliciano, dois dos mais próximos ao presidente Jair Bolsonaro. Malafaia, contudo, já antecipou que recusará o convite. Para o líder da Advec (Assembleia de Deus Vitória em Cristo), o ex-ministro é um “Judas traíra”.

Pleno News

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...