Depois que chegou da viagem que fez aos Estados Unidos com a família, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) tinha dado uma pausa nas agendas do interior, onde priorizava entrevistas em emissoras locais. Carlos Eduardo também deixou de fazer postagens nas redes sociais até ontem, penúltimo dia do ano pré-eleitoral. Comandando o PDT no Rio Grande do Norte, ele não tem sequer o apoio da bancada do seu partido na capital.

Os vereadores e o presidente da Câmara Municipal, Paulinho Freire estão aptos a mudarem de legenda. Uns vão disputar as eleições 2022 e outros seguem outras orientações. O prefeito de Natal, Álvaro Dias é hoje um seguidor do ministro Rogério Marinho (PL) e está comprometido com seu nome para o Senado. Nas conversas reservadas, Álvaro também deu sua palavra que apoiará o nome que Rogério escolher para o Governo do Estado.

Carlos Eduardo andou se oferecendo para integrar a chapa da governadora Fátima Bezerra, como candidato a senador. A ideia foi defendida pelo vice-governador Antenor Roberto (PCdoB), que queria continuar como vice. Não cabe dois Alves na chapa de Fátima. Para atrair o MDB, tendo o deputado Walter Alves de vice, não pode ter outro familiar como senador. O PT não aceita esse tipo de oligarquia. Até os deputados e militantes influentes já deram declarações contrárias a Carlos Eduardo na chapa. Ele é tido como um escorpião da política potiguar. Depois de eleito…


Portal macauense

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...