quarta-feira, 13 de junho de 2018

Pastor perdoa ex-membro da igreja que matou seu filho e esposa



Três anos depois de perder a esposa e o filho, vítimas de um assassinato provocado por um ex-membro de sua própria igreja, o pastor Les Ferguson conseguiu retornar ao púlpito e pregar sobre a principal mensagem do Evangelho — o perdão.

Em outubro de 2011, sua esposa, Karen, e seu filho Cole, 21 anos, foram mortos a tiros na casa da família em Gulfport, no Mississippi (EUA). Três meses antes do crime, o assassino, Paul Ellis Buckman, 70 anos, frequentava a igreja liderada pelo pastor até ser acusado de agredir sexualmente Cole, que tinha paralisia cerebral.

No mesmo dia em que Karen e Cole foram mortos, Buckman foi encontrado morto por um tiro disparado por ele em seu apartamento. O filho mais novo do casal, Casey, na época com 5 anos, conseguiu escapar do assassino com a ajuda da mãe.

Ferguson ficou tão abalado com a situação que não conseguiu mais voltar ao púlpito da Igreja de Cristo Lake Harbour. Ele se afastou de todas as pessoas, exceto de sua seus filhos e alguns amigos próximos.

“Eu não queria que alguém me desse um tapinha nas costas e me dissesse que tudo ficaria bem. Eu não queria que alguém citasse um versículo da Bíblia para mim. Eu só queria ficar sozinho”, disse ele ao site Religion News Service.

Ferguson se mudou para outra cidade, Vicksburg, a mais de 300 quilômetros de distância. Ele começou a escrever na internet como uma forma de se curar, e seus registros se tornaram base para um livro. “Eu nunca desisti de acreditar”, disse o pastor.

Novo começo


Em Vicksburg, ele se reconectou com uma antiga namorada, Becki Berryman, que era mãe de dois adolescentes. Eles se casaram em 2012 e desde então uniram as duas famílias.

Depois do assassinato, Ferguson achou que nunca mais voltaria a pregar. Até que em 2014, os anciãos da Igreja Lake Harbour o incentivaram a voltar para seu antigo ministério.
Pastor Les Ferguson e sua esposa, Becki, cumprimentando os membros da igreja.
Pastor Les Ferguson e sua esposa, Becki, cumprimentando os membros da igreja.
“Deus achou por bem usar todo o meu sofrimento para me ajudar a ser um ministro mais compassivo e cheio de graça”, disse Ferguson. “Nunca em meus sonhos mais loucos eu poderia ter imaginado a vida abençoada que nossa família vive agora”.
John Dobbs, ministro da Igreja de Cristo Forsythe, disse estar grato por ter visto seu amigo se casar e pregar novamente. “Com a ajuda de Deus, Les tomou as armas que Satanás queria destruí-lo e as transformou em ferramentas nas mãos do Salvador”, afirmou.
Quase sete anos após o crime, o pastor está vivendo uma fase melhor e incentiva pessoas que sofreram grandes perdas. “Não importa o quanto você esteja quebrado, não importa o quanto esteja estragado, não importa o quão difícil seja a vida, Deus ainda está lá. Você só precisa continuar lutando com Ele”.
Fonte: Guia-me

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...