quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Pastor assume cadeira no Senado em janeiro e já se diz decepcionado



O senador Pastor Bel (PRTB-MA) expressou sua “decepção e revolta” com a política brasileira nesta terça-feira (6) em Plenário. Tendo tomado posse em janeiro como suplente do senador licenciado Edison Lobão (PMDB-MA), o parlamentar apontou o aumento da violência no país e o descaso das autoridades com a situação, e afirmou que alguns “deveriam estar presos. Ele é ministro da Convenção Estadual das Assembleias de Deus (CEADEMA).

Pastor Bel revelou sua decepção com a política. E reclamou da dificuldade de conseguir recursos para investir no Maranhão e mudar a realidade do estado.


— Estou muito preocupado. Por mim, já tinha entregue esse negócio aqui, porque a gente vem lutando, tenho batido na porta dos ministérios, de todos os ministérios, para ver se consigo algum recurso para o meu estado. Não consegui até agora nem uma bicicleta para levar para o meu estado. Isso me deu uma revolta muito grande. Deixo aqui o meu mandato à disposição do senador Lobão. (…) E eu deixo aqui a minha revolta com o Senado Federal. Eu deixo a minha revolta com o Brasil. Eu estou muito revoltado com esta Casa, muito revoltado, porque a gente não consegue nada.
Conselho de Ética
Pastor Bel também manifestou apoio ao pré-candidato do PRTB à Presidência da República, Levy Fidelix, presente durante seu discurso. E lamentou pela impunidade.

— Então, eu vim para cá pensando que isso aqui era outra coisa. Alguém me pergunta e me dá ‘parabéns, senador’! ‘Parabéns, senador! Você agora é um senador da República!’ Eu não me alegro. Que país é este em que nós estamos vivendo? — disse.

O tom veemente do discurso levou o senador José Medeiros (Pode-MT) a indagar se havia ocorrido algo que Pastor Bel quisesse relatar ao Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. Ele respondeu que não: “É o povo que deve julgar”. Já a senadora Rose de Freitas (PMDB-ES) deu boas-vindas ao Pastor Bel, manifestou respeito à atividade política e instou o parlamentar a continuar o trabalho em favor do povo do Maranhão.


Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado).

JM Notícia

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...