terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Imagem de Maria abortando Jesus é colocada por ativistas LGBT em frente à igreja



Tudo aconteceu na argentina de San Luis, no último final de semana, quando um grupo ativistas LGBT, organizou uma marcha que terminou exatamente em frente à Paróquia Nossa Senhora das Mercedes. Enquanto ainda dentro da igreja, os fiéis assistiam a missa.

O padre Ignacio Daminato contou que de repente a missa começou a ser interrompida por um barulho que vinha da rua.

O clérigo tratou de explicar que o som provinha da “Marcha do Orgulho dissidente” e tocou pra frente a missa.

De repente começou-se a ouvir palavras de ordem pró-aborto e pró-gay do lado de fora do templo, e proferiram palavras insultando Maria e próximo a porta da igreja foi posta uma imagem de Maria abortando o menino Jesus.

Assim que os fiéis saíram da paróquia se assustaram com tamanha blasfêmia. E uma denúncia foi feita por um dos fiéis no Facebook. “Não sei se dá para perceber, que na repugnante imagem parodiando a Virgem Maria, há uma abertura embaixo por onde saem as suas entranhas. Com isso, querem mostrar que… está abortando Jesus Cristo”, postou ele com várias fotos.

O padre Daminato revelou que sabia que a marcha iria acontecer e chegou a pedir proteção da polícia para a igreja enquanto houvesse a missa.

Mas jamais imaginou que iria ter de lidar com aquele tipo de situação escandalosa e desrespeitosa para com a fé alheia.

Apesar da ofensa, o padre pediu a todos: “Nós não devemos responder com ódio, mas sim exigir que nos respeitem”.

Mas essa não é a primeira vez que um fato como esses acontece. É a segunda vez só este ano que ativistas pró-aborto fazem esse tipo de manifestação.

Ainda em 8 de março, na cidade de Tucumán, durante uma macha comemorativa do dia da mulher, um grupo ativista feminista encenou o aborto da Virgem Maria.

Redação: Visão Cristã
Fonte: gospelpost.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...