segunda-feira, 24 de abril de 2017

Yom Hashoa.- Dia do holocausto - Por Marlon Araújo


Um poco atrasado, mais ainda está em tempo, de lembrar, de Amar e de Escrever uma Homenagem ao dia do holocausto.
Um dia de muita tristeza para os judeus de todo o mundo. Assim é marcado o Yon Hashoa, o dia da recordação dos heróis e mártires do Holocausto, um dos mais sombrios episódios da história da humanidade, quando 6 milhões de Judeus- entre muitas outras vitimas- foram exterminadas pelos nazistas, durante a 2º guerra mundial.
O Yon Hashoa (Dia da catástrofe). É celebrado em 16 de Abril, data oficializada pelo então primeiro-ministro Israelense, David Ben Gurion, em 1959.
O objetivo é não apenas manter viva a memória das vítimas do nazismo, como também fazer o holocausto chegar ao conhecimento do mundo e combater todas as atrocidades cometidas em nome do anti-semitismo.
A palavra Holocausto tem origem Grega e significa sacrifício. Tem sido questionada por historiadores lembrando que, durante a guerra, não houve sacrifício e, sim o assassinato em massa.
Adolf Hitler e seu partido nacional socialista (dai a sigla nazi) chegaram ao poder na Alemanha em 1933.
Poucos meses depois, começaram as perseguições aos Judeus e opositores ; em 15 de setembro de 1935, o regime promulgou as leis de Nuremberg, discriminando definitivamente os Judeus.
Nos 3 anos seguintes, a população Judaica foi sistematicamente expulsa da vida econômica, social e cultural da Alemanha.
Em 1938, os nazistas detonaram, entre 9 e 11 novembro, um grande pogrom (perseguição) que ficou conhecido como a noite dos cristais , em referência ás incontáveis vidraças e janelas destruídas pelas tropas nazistas.
Inúmeras sinagogas, casas e lojas foram incendiadas, mais de 100 Judeus mortos, milhares feridos.
...não relembrar o Holocausto significa assassinar as vítimas pela 2º vez; tornar-se cúmplice do inimigo.
Por outro lado, relembrar significa sentir compaixão pelas vítimas de todas as perseguições.
O dia da lembrança foi inicialmente marcado em 1951, e foi decretado por lei em 1959.
A lei estabelece que todos os locais de entretenimento, incluindo restaurante e cafés, sejam fechados da véspera do Yom Hashoa até a noite do dia seguinte.
Neste dia, é importante lembramos que cada uma das 6 milhões de vítimas tinha um rosto, um nome e uma história.
Yom Hashoa, Esquecer, Jamais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...