quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Herói da Chape canta louvor a Deus durante jogo e reação de Galvão comove



Nesta quarta-feira, 25, a Rede Globo de Televisão exibiu o chamado ‘Jogo da Amizade’. A maior emissora do país transmitiu a disputa entre a seleção brasileira e a da Colômbia. A partida era para angariar fundos para as famílias das vítimas da #Chapecoense. Além da Globo, outros canais a cabo e abertos, como a RedeTV!, também exibiram o amistoso. Através de seus parceiros, a Globo conseguiu uma doação de cerca de R$ 3,8 milhões. Já a renda dos ingressos vendidos chegou a cerca de R$ 1,2 milhão, totalizando cerca de R$ 5 milhões. O jogo aconteceu no estádio do Engenhão, sede do Botafogo, no Rio de Janeiro.

No entanto, mais do que a bola rolando, o que chamou a atenção foi o modo diferente da Globo em exibir a partida. A emissora chamou o seu principal narrador, Galvão Bueno, que dividiu o microfone com o jornalista Rafael Henzel, um dos sobreviventes da tragédia da Chapecoense, que aconteceu no dia 29 de novembro. Nesta data, um avião que levava o time de Santa Catarina para a final da Copa Sul-Americana caiu em Medellín, na Colômbia, matando 71 pessoas. Apenas seis pessoas sobreviveram, entre elas quatro brasileiros. Todos eles estiveram no estádio para a homenagem.

Um dos momentos mais emocionantes da partida foi quando o goleiro Jackson Follmann esteve no estúdio montado no Engenhão pela Globo. Amputado parcialmente de uma das pernas, o atleta contou que quer agora levar a força da Chapecoense para todo o mundo, através de entrevistas e palestras. Ele surpreendeu Galvão Bueno ao pedir para cantar um louvor religioso, que seria, em seguida, entoado a Deus. A música escolhida foi ‘Raridade’, sucesso na voz de Anderson Freire. Veja abaixo o momento em que Jackson Follmann canta, ao vivo, no meio da partida da seleção brasileira:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...