sábado, 16 de novembro de 2013

Os ossos secos ganharam vida - Pb. Antonio Fonseca

Conta-se uma história, que um dia um monarca chega pra um de seus súditos e pergunta, onde está Deus? Como posso crer na sua existência? Aquele moço na sua simplicidade responde, Israel majestade, Israel. Se o mundo parasse para refletir na precisão da bíblia, ele com certeza não seria tão alheio as coisas concernentes a Deus, e descobria com facilidade a veracidade da sua palavra. Existem épocas, em que determinados textos ou situações na bíblia, ficam em evidencia constante na nossa mente, quem não lembra, por exemplo; Da frase porquanto ainda que a figueira não floresça, cantada em muitos hinos e pregada em muitos púlpitos. Quem não já ouviu falar sobre Mefibosete, ele tornou-se conhecido como portador de uma promessa, que Deus tira da terra do nada e o faz sentar-se à mesa do rei. Isso esta na letra de muitos hinos e no esboço de muitos pregadores. O vale de ossos secos de Ez: 37, também não fica muito distante nesta lista, ate porque nós queremos a vida e não a ausência dela, queremos os frutos e não a sequidão, queremos a mesa do rei e não a terra de Lodebar. Agora você já se perguntou por que Deus levou o profeta há um lugar tão estranho, pra trazer uma mensagem profética em um vale que só tinha ossos, e perceba que no desenrolar da mensagem o próprio Ezequiel atribui a Deus quando interrogado se porventura eles poderiam viver, a sua resposta na ponta da língua foi: tu o sabes. Ezequiel o profeta era da linhagem sacerdotal, e se torna como o conhecemos, quando o povo de Israel estava no exilio. Então como podemos ver além de profeta ele era também sacerdote. Ele tornou-se uma prova cabal, de que sempre Deus fala com o seu povo, até mesmo quando são levados cativos por desobediência. E ainda diz através dele, que mesmo espalhando o povo pelas nações, todavia lhes seria por santuário. Israel estava vivendo os seus piores dias, desterrado como nação, fora dos seus domínios e sem expectativa de dias melhores. O horizonte turbulento eximia a esperança daqueles que desconhecia as promessas de Deus. Qualquer um que contemplasse aquela situação lhes diria com facilidade, pra esses ai acabou, aliás, nem uma nação na terra sobreviveu a tantos ataques como o povo Judeu. Só que, haviam promessas de Deus a seu respeito e do seu retorno a Canaã, Deus disse até quantos anos seria o exílio, porém, não dava para esperar nada na situação em que eles estava vivendo. Estavam realmente como ossos secos e sem vida, mas Deus mudaria este quadro, e como prova maior fez Ezequias ver na visão, os ossos tomando posição, adquirindo nervos carne e movimento com a ordem de Jeová. Isto para qualquer uma pessoa que visse era algo espantoso e tremendo, mais foi exatamente isto que Deus fez, Israel voltou a ser nação, e o que podemos ver é um fenômeno diante de tudo que eles passaram e por tudo que eles são nos dias atuais. Continue lendo e descubra as maravilhas que Deus fez, para dá vida ao tão conhecido vale de ossos secos. Israel é um país novo, tendo em vista que tornou-se nação após a diáspora somente em 15 de maio de 1948, e mesmo assim assistido por um pisca alerta dado por Jesus quando disse aprendei pois a parábola da figueira... e posteriormente a frase não passará esta geração, sem que todas estas coisas aconteçam. Ficou no ar a pergunta, que geração Jesus se referia? Obviamente a da figueira que ele nos instruiu a aprendê-la. A população Mulçumana hoje, gira em torno de mais de 20% de todos os habitantes da terra, o equivalente a aproximadamente a 1 bi e 400 milhões de pessoas, já os Judeus por sua vez somam em todo mundo, em torno de 0,2% da população mundial, equivalente a 14 milhões de pessoas. Agora por que escrever sobre estes números? Porque mesmo eles sendo tão poucos em numero são os maiores catalizadores de prêmios Nobel em diversas áreas de seguimento. E isto se dá exatamente por formarem a figueira que brotam frutos. E surpreendentemente, o vale que não é mais vale, e os ossos secos que tomaram forma e voltaram a ser não somente uma nação, mas uma potência mundial sentada em cima do pote de comida, e esbanjando tecnologia pra todo lado. Muitas das coisas que hoje facilitam a nossa vida na Pós-modernidade devemos Agradecer a eles, por serem os percursores da revelação do Deus que escolheu eles como a menina dos seus olhos. Israel está no foco de sua potencia em sais minerais. Em equipamento bélico, eles se despontam como os melhores, da a impressão de ser uma grande nação, mais é menor do que o estado do Sergipe no Brasil, agora por quê tão formidáveis? é simples responder esta questão, eles são os povos que se chamam pelo nome de Deus, como está escrito no livro das crônicas. Ninguém toma esta posição deles, e além do mais, eles eram o vale de ossos secos e sem vida, que Deus fez cumprir neles os seus desígnios, de os faze-los voltarem a ser nação. Eu convido você, a olhar com mais frequência para este milagre feito por Deus, Israel não é apenas mais uma prova das promessas cumpridas por Deus, é também a certeza de que Jesus esta voltando para mais uma vez Deus cumprir a sua palavra. Fiquem todos na paz do Senhor.
Autor: Antonio Fonseca é Presbítero  de Trabalho na Assembleia de DEUS em Serra do Mel.
Cel:  0848807-7945

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...