sexta-feira, 31 de julho de 2020

Entrevista ao Irmão Lamarque Oliveira pré-candidato a vereador em Mossoró


O Blog do Cleiton Albino, inicia uma série de entrevistas apresentando o perfil do pré-candidato evangélico nas eleições de 2020.

Nesta sexta-feira, dia (31), o nosso convidado é o Irmão Lamarque Oliveira, ele é pré-candidato a vereador pelo PSC, em Mossoró.

01° Como o meio político ver o povo evangélico?

Eles observam que o povo evangélico no Brasil tem um grande potencial eleitoral. O IBGE já aponta que o nosso povo será maioria 2032. Hoje temos representantes evangélicos tanto nos cargos majoritários, como também nos cargos proporcionais.

02° Quais as maiores reivindicações do segmento evangélico ao poder público?

As maiores reivindicações do nosso segmento junto ao poder público, é que não sejam aprovadas as leis que afrontam o evangelho, como a legalização do aborto, legalização das drogas, projetos que visam denegrir os princípios da família tradicional, bem como, do cristianismo.
 
03° Pode se dizer que acabou o preconceito das igrejas evangélicas? Quanto a políticos evangélicos?

Ainda existem preconceitos que estão sendo superados com o passar dos dias. Existia um bordão que dizia que crente não se mete em política, isso está mudando, agora dizemos, irmão vota em irmão. Com esse novo conceito os evangélicos vem se posicionando no cenário político. Mas devido ao alto índice de corrupção na política atual, ainda há o receio de evangélicos na política. Mas nós como cidadãos, temos o direito de expor nossa posição e participar ativamente da vida pública.

04° Os políticos evangélicos são eleitos apenas para legislar um segmento? Como você vê essa questão? 

Não, pois estamos falando de um cargo público, onde o dever do político é servir bem toda a comunidade, independentemente da crença religiosa. Como evangélico, temos que defender a nossa fé, se comportando como cristão, de acordo com os nossos princípios.

05° Como é o seu relacionamento com o público evangélico?

Tenho um excelente relacionamento pessoal com toda a liderança, membros e congregados do nosso segmento.

06° Como é seu relacionamento com as lideranças evangélicas?

Tenho um excelente relacionamento pessoal com toda a liderança.

07° Que tipo de pessoas os evangélicos jamais poderia votar?

Em pessoas envolvidas em atos de corrupção, e que apoie projetos que sejam contrários as convicções cristãs.

08° Sendo eleito? O que poderemos esperar do seu mandato?

Primeiro, irei honrar ao meu Deus, minha família, minha igreja, meus amigos e todos que contribuirão para realização deste sonho. Consequentemente, o meu objetivo é desenvolver os meus projetos, tirá-los do papel, e colocá-los em ação. Projetos que irão ajudar e valorizar o homem do campo e da cidade; desenvolveremos planos que para beneficiar todas as instituições religiosas da nossa cidade. E como fiscal da lei, vou combater os projetos que venham afrontar os princípios cristãos. Na área social incluiremos um trabalho que edificará o nome de Jesus. Eu estou pronto para servir a sociedade Mossoronse.

09° O que você espera da igreja evangélica nas eleições de 2020?

Espero que as igrejas evangélicas se conscientizem que precisamos ter representantes no poder público, e que possam exercer seu direito, pois é através do voto que podemos mudar o atual cenário político.


Agradeço ao Blog de Cleiton Albino, por nos proporcionar esta entrevista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...