quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

Igrejas vão ajudar nas ações sociais do governo de Brasília



O Governo do Distrito Federal anunciou que irá trabalhar em parceria com o segmento religioso para enfrentar problemas sociais como a violência familiar, o combate às drogas, a evasão escolar e outros assuntos voltados à área da assistência social.

O governador Ibaneis Rocha anunciou a criação da Coordenação Assuntos Religiosos, que deverá ampliar o debate do governo de Brasília com as igrejas. Trata-se de uma grande mudança nas ações da prefeitura que, sob o comando de Rodrigo Rollemberg (PSB) mandou demolir pelo menos 32 templos evangélicos.

O responsável pela nova pasta será o advogado Kildare Araújo Meira. Ao ser anunciado, assegurou: “Precisamos quebrar paradigmas. Acabar com a dualidade: Estado e Sociedade Civil. Somos um governo de diálogo com todos os segmentos. O Estado é laico, mas não podemos excluir o diálogo com as igrejas, que têm historicamente um papel social importante”.

O governador do DF acredita que “as religiões são parte fundamental” nesse projeto “para fazermos uma cidade melhor”.

O secretário Meira, que tem ampla experiência com o chamado terceiro setor explica que o governo quer “trazer essas organizações religiosas para ajudar nos problemas existentes”. Ele rebate as acusações de que a criação da pasta viola o Estado laico. “Não se cria uma área de assistência pelo viés religioso, mas se reconhece que as organizações religiosas têm capilaridade e trabalho prévio, em detrimento de outras organizações sociais”, afirma, lembrando que o projeto não está restrito à participação de igrejas evangélicas e católicas.

Gospel Prime

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...