quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Cristianismo que não ofende não é bíblico, alerta pastor John MacArthur



O cristianismo é confrontador por natureza. Essa é uma conclusão possível a partir da entrevista concedida pelo pastor e teólogo John MacArthur a um dos principais comunicadores conservadores dos Estados Unidos.

Na entrevista concedida a Ben Shapiro, o pastor enfatizou que a função do cristianismo e quem o prega é ofender a todos”, pois a mensagem do Evangelho é contundente no confronto ao pecado.



“Todo o propósito da mensagem cristã é confrontar o pecado para que o pecador possa ser chamado ao arrependimento e receber o perdão. Muitos pecadores não gostam disso”, afirmou o pastor, que lidera a megaigreja Grace Community Church, na Califórnia (EUA), e preside um seminário.

Por conta do contexto social contemporâneo, MacArthur enfatizou que “a Bíblia identifica claramente a homossexualidade como pecado, mas é importante entender que não é pior que todos os outros pecados”.

“Esse é o meu objetivo inicial: dizer que você está vivendo sem Deus, que há apenas um Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que você está em pecado, que o pecado traz morte e punição eterna, mas a boa notícia é que Jesus Cristo é o Salvador e nos oferece um caminho para recebermos o perdão, tendo pago pelos nossos pecados com o Seu corpo na cruz”, pregou John MacArthur.


“Eu ofendo as pessoas o tempo todo porque isso é necessário […] Se você tentar desenvolver um tipo de cristianismo inofensivo, isso não é cristianismo [bíblico], não é o Evangelho”, reiterou o pastor, lamentando que muitos cristãos, por influência do humanismo, só busquem na Bíblia “o que edifica”, e assim terminam se esquecendo da cobrança que a Bíblia faz em relação à correção de erros através do arrependimento.

“Liberdade de expressão, para nós, é pregar a verdade de Cristo mesmo quando a sociedade diz que isso é contra a lei. Os cristãos sempre divergiram da sociedade ao longo da história… inevitavelmente, quando ocorre a perseguição da nossa liberdade de expressão, ela recai sobre os que denunciam o pecado. Então, nós sempre seremos os culpados”, resumiu o pastor.
Assine o Canal

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...