sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Programa da Globo convida evangélica do PSOL para defender o aborto



Uma militante do PSOL que assume como evangélica defendeu o aborto durante o programa “Amor e Sexo” que foi ao ar na última terça-feira (13), causando grande estranhamento para o público.


Camila Mantovani faz parte da “Frente Evangélica pela Legalização do Aborto” e frequenta a igreja do pastor Henrique Vieira, da Igreja Batista do Caminho, o mesmo pastor que chegou a afirmar que o deputado feral Jean Wyllys “representa a presença de Cristo no Congresso”.

Em sua fala, a jovem militante afirma que “o fundamentalismo religioso” impede o avanço da discussão do aborto no Brasil e, na visão dela, “não se pode pautar as políticas públicas segundo as nossas concepções de pecado”.

Fernanda Lima, apresentadora do programa, chegou a usar dados para mostrar que as mulheres cristãos são as que mais abortam no país. “O aborto é crime no Brasil, mas a cada minuto uma mulher cruza a fronteira da ilegalidade para interromper uma gestação. 88% delas se declaram religiosas e a grande maioria tem filhos”, disse.

Jm Noticia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...