quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Professores rejeitam indicativo de greve em universidade



A grande maioria dos filiados à Associação dos Docentes da Universidade do Estado do RN (UERN) decidiu não acatar proposta de indicativo de greve da categoria, contra salários em atraso e a falta de pagamento do 13º salário de 2017. Governo do Estado ainda não pagou para quem recebe mais que R$ 5 mil.

A assembleia geral aconteceu à manhã de terça-feira (20), na sede da Aduern em Mossoró.

A última paralisação do professorado foi encerrada em assembleia no dia 16 de março deste ano (veja AQUI). Durou 127 dias. A anterior, em 2015, teve 2015 ocorreu o recorde de 147 dias. Em menos de quatro anos, a Uern teve 274 dias de greve dos seus professores.

De 2011 até março deste ano, a instituição teve 446 dias de greve do professorado, sem qualquer conquista quanto a seus pleitos.
Carlos Santos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...