quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Evangélico é baleado ao defender escola e alunos de assaltantes



O evangélico Messaque Ferreira, porteiro, levou dois tiros ao tentar proteger os alunos da Escola Municipal Paulo VI, no bairro Linha do Tiro, na Zona Norte do Recife, na noite desta segunda-feira (26). Ao perceber a presença de assaltantes dentro da instituição, por volta das 20h, o trabalhador, que atua desarmado, reagiu. Funcionário da instituição há mais de 12 anos, Messaque Ferreira da Silva, 50, levou um tiro na perna e outro no peito, ainda assim, encontrou forças para lutar fisicamente com os dois suspeitos, tomou a arma de um deles e atirou na dupla, que fugiu. Segundo a polícia, o vigilante da unidade de ensino, que tem autorização para trabalhar armado, ao notar o que acontecia, correu.

A polícia acredita que a mesma dupla de assaltantes tenha investido contra o colégio no último sábado e que a ação de hoje foi uma vingança. A mesma equipe estava de plantão no fim de semana e, quando os suspeitos entraram na unidade de ensino, o vigilante atirou contra eles. A dupla escapou no dia. Nesta noite, os assaltantes teriam retornado armados, e um deles estava encapuzado.


Os suspeitos aproveitaram a facilidade no acesso à instituição durante as aulas e invadiram o colégio pelos fundos. “Possivelmente, os mesmos elementos voltaram hoje durante o expediente e foram abordar o porteiro, que estava desarmado. Ele conseguiu pegar a arma e acreditamos que tenha deixado os suspeitos baleados também”, detalhou o sargento Cruz, do 11º Batalhão.


O trabalhador ferido foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento de Nova Descoberta, mas, devido à gravidade do caso, foi transferido para o Hospital da Restauração, no bairro do Derby. “Meu irmão é um homem muito querido. O pessoal da comunidade gosta muito dele. Ele é evangélico, vai para a Assembleia de Deus, não trabalha armado e nem nada. Hoje, eles pegaram meu irmão de surpresa. Do jeito que está a criminalidade e a falta de segurança, a gente só pode pedir que os policiais trabalhem mais em conjunto. Isso não pode ficar assim”, desabafou o irmão da vítima, Jair Ferreira da Silva.


Messaque Ferreira está consciente. Ele é casado, tem duas filhas e um filho. Além de trabalhar na escola, também atua no Compaz.
Com informações TV Clube

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...